ONLINE
17




Partilhe esta PŠgina

S

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

D

S

C

S

S

S  

D

 

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

dsg


BUTINA, PREFEITO DE TIBAGI, ESBANJOU NATURALIDADE
BUTINA, PREFEITO DE TIBAGI, ESBANJOU NATURALIDADE

Atencioso, falou ao Oberekando no início da noite de sexta-feira

z

2020-11-23 às 13:48:32) Na sexta-feira passada, o entrevistado do Oberekando foi Artur Ricardo Nolte (PSC), de Tibagi. Quem? Não Sabe? Então voltamos o texto: Na sexta-feira passada, o entrevistado do Oberekando foi o prefeito eleito de Tibagi, Butina. Dono de uma simplicidade sem igual, suas origens, sua luta o fez de carroceiro, aquele que conheceu uma cueca e luz elétrica aos 10 anos de idade, um dos mais relevantes empresários do meio rural em Tibagi, e com grande liderança política no contexto dos Campos Gerais, tendo sido vereador e vice-prefeito desta cidade, esta última incumbência, na última gestão do Executivo.

 

DEDICO MINHA VITÓRIA AOS TIBAGIANOS

 “Veja que coincidência, hoje, dia 20, do mês onze, com a vitória do 20, do ano de 2020 (E também, entrevista por volta das 20 horas, inclusive) ... era pra ser hoje..., era pra ser hoje a nossa entrevista! ”, observou ele.

“Pois é, a gente está aí, bem à vontade, graças a Deus, em primeiro lugar, que nos concedeu toda a energia, toda a força para fazermos a campanha, e lutar, e o povo nos deu essa vitória. Essa vitória é do povo. Dedico ela totalmente ao povo, porque entendo que Tibagi merece e vai ter a oportunidade de nós fazermos o melhor por eles! Nós queremos sim, nós pedimos uma oportunidade e essa foi nos dada. Nós não vamos desperdiça-la, pode ter certeza disso. Nós queremos e vamos buscar o melhor para Tibagi, para o povo tibagiano, principalmente para as classes mais carentes, e nós vamos fazer um trabalho diferente. Nós vamos trabalhar com a Prefeitura e o Gabinete de portas abertas! Nós vamos trabalhar junto com o vice, lado a lado. E o povo pode dizer que não dá certo, e eu digo... dá certo, porque nenhum de nós dois...nenhum de nós dois, é candidato a reeleição! ”, acrescentando que querem este mandato voltado ao povo, “com muito orgulho e satisfação”.

 

QUEM É... QUEM ERA... O BUTINA?

Chegou em Tibagi dia 24 de março de 1981, “de pé no chão, com duas mãos e com duas pernas. Duas mãos para trabalhar e duas pernas para caminhar! Vim de Carambeí, sou nascido em Teixeira Soares, e eu brinco sempre que vim conhecer cueca e luz elétrica, aos dez anos de idade”.

Fala sempre do ter vindo da vida simples, lembrando: “Fui um bom carroceiro”, e isso em Teixeira Soares, mas já fazia isso, além de arriar cavalo, logo que chegou já, em 1970, em Carambeí. Foi leiteiro, e sempre trabalhou com pequena propriedade, e em família: “O pai nos ensinou a trabalhar, e com seis anos de idade, já entregávamos leite na vila, de cavalo. Não temos vergonha nenhuma do trabalho e nossa simplicidade veio de nossa criação. O pai nos criou com muita educação e respeito e nós viemos aí para desempenhar um trabalho diferenciado”.

Desde 1996, muitas vitórias, seja como empresário, mas acima de tudo, política, têm a participação dele.  Quando foi vereador, na qualidade de presidente da Câmara, inaugurou a rodovia Tibagi x Telêmaco, “que é o nosso Caminho do Saber e vai ser o Caminho da Saúde, com a abertura do Hospital Regional. Participamos da Transbrasiliana em várias oportunidades, estando em Brasília em 2003, para retomada, e recolocamos ela no orçamento. Participamos do Plano de Carreira dos professores, do Sim, e muitas outras coisas, quando então na Câmara, quando então vice-prefeito. Trouxe para cá, dois segundos graus, que é o Leopoldina e o Baldomero, lá no Alto do Amparo. Em 2003, com Hermas Brandão, e no pedaço de Tibagi que você passar, tem um pedacinho nosso, e eu me orgulho disso, porque é a minha terra, é aonde eu tenho meus filhos. Meus filhos me ajudaram muito, muito na campanha. Eles puderam conhecer a realidade do Tibagi e isso me enobrece muito, porque nós sabemos que temos muitos bolsões de pobreza e precisa e carece de muito apoio, e nós vamos trabalhar encima disso”.

Quanto aos filhos, de uma simplicidade, tão grande como suas formações culturais, como é o caso de Artur filho, com três pós-graduações, como disse o pai, “me liberou, para que eu possa servir o município! ”, pois passou a ele a responsabilidade na área empresarial, deixando assim, tempo para trabalhar e atender o povo, e estar em Curitiba, por exemplo, reivindicando, sempre que necessário.   

 

E O APELIDO... DE ONDE VEIO?

“Veio do dia que eu pus os pés em Tibagi! Tem um amigo chamado Balki, de Carambeí, e quando eu desci em frente à lanchonete do falecido Neizo, para almoçar, ele disse: ‘chegou o homem que joga futebol de butina’ Pronto... o apelido pegou! ”.

Perguntado se de fato, jogava futebol de botina, explicou que sim: ”Roubava a botina do pai num campo que tinha muito espinho”.

Quanto a se vai cobrar a mesma simplicidade que é sua marca pessoal, também do futuro secretariado, afirmou positivamente, e adiantou que eles serão quase todos, de uma ala mais jovem, “e muitos pela primeira vez, secretários”.

 

TURISMO E TAMBÉM O ENCONTRO DOS RIOS TIBAGI E IAPÓ

Assim como acontece e é grande atrativo turístico para a cidade onde há este encontro, com os Rios Negro e Solimões, também se dá em Tibagi, o encontro dos rios Tibagi e Iapó. A cidade já é grande referencial de visitantes, a exemplo do Canión Guatelar, dentre muitos outros. “Eu brinco sempre que nós só perdemos para Bonito (MT), na qualidade da água, porque os pontos turísticos nossos, não que eu seja bairrista, são muito mais bonitos que os deles”. Disse: “Nós precisamos explorar melhor, nós precisamos profissionalizar nosso turismo, nós precisamos qualificar nossos guias, para que nós tenhamos ai, uma abertura dos pontos, e com qualidade”. Tem que se vender este importante pacote, e trazer o turista, para Tibagi.

 

RELACIOMAMENTOS COM A KLABIN E DR. MÁRCIO, PREFEITO DE TELÊMACO

KLABIN: “Temos com a Klabin, um relacionamento muito bom. Na gestão passada, (com a Ângela), quando precisamos acertar terreno... o Arthur Canhisares é colega particular. O diretor da Klabin hoje é nosso amigo particular e nossa abertura com a Klabin é fantástica”. A parceria, segundo Butina, trará bons frutos, tanto para a cidade, quanto para a empresa.

MÁRCIO: “Já visitei ele essa semana (*semana passada). Pedi para ele para que nós pudéssemos trabalhar juntos”, citando demandas em comuns, como o caso do Hospital Regional, ressaltando a Oncologia, “que nós sabemos o maior sofrimento para nós aqui, é a viagem à Curitiba e Quatro Barras. Sair de madrugada e depois voltar à noite, depois de uma quimio (terapia)... quem faz é que sabe o sofrimento!”. Batalhas com o Consórcio Caminhos do Tibagi e também outros setores, via Faculdades. O relacionamento com Dr. Márcio vem desde o tempo dele, deputado federal, onde deu atenção à questão da Transbrasiliana. “Nós conhecemos Dr. Márcio de longo tempo e sabemos que ele tem um potencial grande em Telêmaco, e inclusive convidei ele que fosse junto com o governo, e ele disse que vamos juntos com o Ratinho, na próxima eleição”.

 

CÂMARA DE VEREADORES

“Entendemos que os vereadores são representantes legítimos do povo, escolhidos. E como tal, nós, como representantes, temos que sentar e dar as mãos. Chega de um ficar empurrando de um lado, e outro, do outro de Tibagi. Vamos dar as mãos, porque de mãos dadas por um Tibagi, e portas abertas, Câmara de vereadores, prefeito, e comunidade, nós vamos fazer muitas coisas boas”.  Finalizou referindo-se, a pedido do Oberekando, à sua população e disse que ele, e seu vice Jorge, tudo farão pelo povo. Deixou um recado também ao comércio, que tudo que for possível, nestes termos, será feito na própria cidade, fortalecendo a economia local.

 

LEIA TAMBÉM:

KESSI DEU PROVAS DE AMOR À TELÊMACOMesmo sendo candidata, proporcionou que oponentes viessem apresentar propostas em suas lives

LIÇÃO DE VIDA E HUMILDADE: SID É VEREADOR ELEITOEle viu o carinho das pessoas e especialmente, de ex-funcionários

PREFEITO LUCAS, EM RESERVA: EXPERIÊNCIA E JOVIALIDADE. Eleitores quebram hegemonia e determinam oportunidades no comando do município.

--

D