ONLINE
9




Partilhe esta Página

D

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

D

S

C

sd

S

S

AWEF

z

S 

D


COM ALEGRIA, A IRMÃ MADALENA BATISTA DOS SANTOS

Freira, celebrará neste dia de Ano Novo, seus 25 anos de vida religiosa

 s

2021-12-30 às 08:35:36) Quem tirou um tempo para conversar com o Oberekando, minutos antes de uma noite chuvosa e com ventos, que antecedeu o segundo dia do Tríduo Vocacional em preparação à celebração de seus 25 anos de consagração à vida religiosa, foi a telêmaco-borbense, Irmã Maria Madalena Batista dos Santos, que compõem a Congregação das Irmãs Carmelitas Missionárias de Santa Teresa do Menino Jesus.

Inclusive, cita-se aqui de uma alegria especial nesta entrevista, que ela e o jornalista que aqui escreve, na infância, foram amigos de sala de aula, na Escola Marechal Artur da Costa e Silva, pelos idos dos anos 70.

“Estou em missão em São Paulo. Trabalho lá, em uma obra social, com mais quatro irmãs””.

Sua ligação com o local aonde se realiza o Tríduo, a Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, tem a ela, um importante significado, pois era a comunidade que sempre esteve: “Eu trabalhei aqui como catequista, com preparação para Primeira Eucaristia, por vários anos, e também fazia parte o grupo da Renovação Carismática, na Matriz, o Poço de Jacó, e ali, foi fortificando cada vez mais este chamado. Foi me ajudando cada vez mais a dar esta resposta à Deus, neste segmento da vida religiosa, e também como ministra da Eucaristia, aqui na Comunidade. Também eu trabalhei na Comunidade São Geraldo, no BNH, com a catequese. Para mim foi muito rico, porque toda a vocação, nasce dentro de uma igreja, através dos trabalhos realizados, aonde a gente vai se descobrindo e querendo dar um passo mais à frente, para se entregar totalmente, à Jesus”.

Confira abaixo, a história vocacional desta conterrânea, que tanto orgulho trás, para Telêmaco Borba:

Filha de José Batista dos Santos e Ana Flausina dos Santos, nasceu em Paranavaí - PR, no dia 7 de abril de 1966, no bairro Vila Operária, sendo batizada em maio seguinte.

Quinta, dos sete sobreviventes de onze irmãos, dos quais quatro faleceram ainda criança. Era Semana Santa quando nasceu; passava-se a radionovela “História de Maria Madalena”, e daí veio seu nome, para que se tornasse anunciadora de Jesus, já predestinada pela mãe a ir para o convento. Aos nove anos de idade fez a primeira comunhão, na Paróquia Nossa Senhora de Fátima, em Telêmaco Borba-PR.

Em 8 de dezembro de 1983, aos 17 anos, entrou na Congregação das Irmãs Carmelitas Missionárias de Santa Teresa do Menino Jesus, em Graciosa-PR, passando depois para a Comunidade de Paranavaí, onde concluiu o ensino médio.

Em 1988 foi para Uberaba-MG, iniciando o postulantado e, em 1989, o noviciado, etapas da formação inicial para se tornar religiosa. Em 1990, antes de emitir os votos religiosos, fez a experiência apostólica na Vila Sabrina – SP, atuando no Centro de Juventude e na catequese Paroquial. Retornou a Uberaba onde emitiu os votos simples em janeiro de 1991, tornando-se assim membro efetivo da Congregação.

Transferida para Paracatu-MG, dedicou-se à assistência das crianças e adolescentes do Educandário. No fim de 1991, retornou à sua Família, em Telêmaco Borba, onde permaneceu por quatro anos, colaborando na Pastoral da Criança, na catequese e outras pastorais, foi também Ministra da Eucaristia e membro de um grupo jovem. Confirmando sua vocação para a vida religiosa, retornou para a Congregação no início de 1996, permanecendo na casa de Noviciado, em Belo Horizonte – MG, por um ano, onde emitiu novamente os votos em janeiro de 1997. Após a profissão foi transferida para Paracatu - MG, onde colaborou na coordenação do Ensino Religioso e de cursos profissionalizantes do Colégio Dom Eliseu, e atuou na pastoral local.

Dois anos após, foi enviada para Graciosa - PR, assumindo a missão de assistente das meninas internas do Educandário Nossa Senhora do Carmo e depois a coordenação da comunidade, colaborando também na pastoral paroquial.

De Graciosa foi transferida para o Centro de Espiritualidade Flos Carmeli em Mairiporã SP e depois para Santa Maria da Boa Vista - PE, onde se inseriu nas pastorais paroquiais. Depois de um certo tempo, voltou para o Centro de espiritualidade Flos Carmeli.

Foi transferida depois para a comunidade de Guajeru – BA, realizando atividades pastorais e colaborando na obra social Santa Rosa de Viterbo; também fez parte do Conselho Municipal de Saúde. Em outubro de 2017 foi transferida para a Vila Sabrina - SP, onde permanece até hoje, atuando na direção do Instituto de Assistência Social e na pastoral paroquial.

Fonte: Congregação das Irmãs Carmelitas Missionárias de Santa Teresa do Menino Jesus.

--

CLIQUE AQUI E ASSISTA A TRANSMISSÃO ONLINE DO PRIMEIRO DIA DO TRÍDUO

CLIQUE AQUI E ASSISTA A TRANSMISSÃO ONLINE DO SEGUNDO DIA DO TRÍDUO

CLIQUE AQUI E ASSISTA A TRANSMISSÃO ONLINE DO TERCEIRO DIA DO TRÍDUO

 

--

--

NÃO DEIXE DE VER NOSSAS ENTREVISTAS ESPECIAIS DE NATAL:

VILMA GASQUES É A PRIMEIRA ENTREVISTA NATALINAJornalista, com grande atuação no impresso, em Campinas, hoje, na assessoria de imprensa

ZECÃO, MOTORISTA DA VINSA E DE TBQuantas lindas historias, e amor, naquilo que escolheu como profissão

MARISA ALONSO: UMA VIDA DA SANTISTA, POR TELÊMACOGuarda Mirim, Câmara, SOS e espírito sempre cidadão