ONLINE
8




Partilhe esta Página

C

DFF

d

ACITEL

s

sr

D

S

C

sd

S

S

AWEF

S 

D


BRUNO CAVASSANI CONTINUA O LEGADO DE CÉLIA

Vereador mais votado de Jandaia, ao lado da família, é também um dos responsáveis pela atuação do hoje, jornalista Oberek

2022-04-01 às 00:03:06) Neste especial dos 8 anos do Site Oberekando, uma entrevista com o vereador Jandaiense, Bruno Cavassani, e aqui, com Juarez Gabriel Miranda Franco de Lima, ao lado de seus familiares.

Talvez, por desatenção, possa soar diferente uma entrevista do Oberekando, em seu aniversário, com jandaiense! No entanto, quando se volta ao tempo, e se pesquisam as pessoas que influenciaram na carreira deste que aqui escreve, para o início ao Jornalismo, quanto carinho de Célia Correia Cavassani, quanto carinho do, naquele tempo, adolescente Bruno, seu filho, e no caso, claro, do esposo de Célia, Benedito, ou como é popularmente conhecido, Dito.

O triste passamento de Célia, uma perda sempre sentida em Jandaia, revelou no entanto, que a fruta não cai longe do pé!

Vereadora muito estimada, e eis que o filho, Bruno Fernando Cavassani se torna o vereador mais votado nas últimas eleições na cidade, o retrato de sua atuação política, e a exemplo da mãe, uma dedicação exímia às causas da Saúde e de Assistência Social.

Tantas pessoas foram responsáveis pela estadia deste jornalista nesta cidade de Jandaia, como aquela que o descobriu na leitura, ou sendo comentarista numa missa de Ramos, na Praça do Café: Dona Lilian Cristina de Oliveira, esposa de Pinga Fogo, logo comentaria ao esposo, deste, que dias depois, estava fazendo um teste na Rádio ova AM, de Apucarana, e conhecendo o ícone do rádio, no Vale do Ivaí, o sempre Pinga Fogo! Mas neste contexto, claro, sem esquecer Celso Germano, que também está no céu, ao lado da esposa, Dona Lurdes e do inseparável Pinga... foi um pai! Esquecer o professor Tim Pontara, que fez possível dez anos de assessoria de imprensa na Fafijan, não seria honesto!

“Você não sabe a minha felicidade em estar participando com você, hoje, da entrevista ao Site Oberekando, que é referência na região, e tudo teve um início, assim como foi mencionado. Eu estou muito feliz mesmo, com o que você pontuou da minha finada mãe, da trajetória, e assim, queria dizer também, da trajetória do Oberek aqui, foi de muito sucesso. Um jornal muito respeitado. Um jornal que até então, na época *(Gazeta Regional, de Mandaguari, ao qual este que escreve era repórter, e depois, jornalista), trazia bastante credibilidade à população de Jandaia e região. Lembro de sua trajetória, também na Fafijan, fazendo todo trabalho aqui na Faculdade de Jandaia, e na época, a Fafijan era uma instituição grande aqui na região”, quando citou as mais de 40 cidades que todas as noites, tinham alunos durante a semana, e nos finais de semana, sextas e sábados, repleta ainda mais. “E a trajetória do Oberek, sempre de muito respeito. Eu tenho um respeito por ti, pelo trabalho que você desempenhou aqui em Jandaia e na região, fazendo sim, um jornalismo de credibilidade, e de responsabilidade, que hoje, falta em várias regiões do estado do Paraná, e em todo Brasil”.

Em se tratando da mãe, e do pai, eu sempre digo o seguinte: A trajetória de minha mãe, sempre foi uma trajetória simples, e mesmo antes de ser política, ela sempre atendia a demanda do pessoal que procurava ela. Seja na área social, no assistencialismo, principalmente, voltado à área da Saúde. Uma trajetória simples e de respeito à população. E graças à Deus, eu posso dizer aqui, com todo respeito, que eu tive a melhor professora do mundo, que foi minha mãe, que me ensinou a fazer uma política do bem, com respeito ao próximo e sempre cobrando. A minha linha de cobrança aqui, principal, é a área da Saúde. Sempre tenho buscado melhorias na área da Saúde” porque vê que a partir do momento que uma pessoa procura esta área, é diante de uma necessidade, porque não se toma uma injeção porque se gosta, e da mesma forma, ir a um PAM ou UBS. “Ninguém vai a passeio a esses locais, então é necessário que o poder público ofereça um atendimento de qualidade e humanizado, sempre procurando ter essa atenção especial”.

 

LEALDADE DE APOIO AO DEPUTADO DR. BATISTA

Desde que estava a sua mãe, na política, ela já havia optado por dar apoio, e claro, também dele, receber suporte em benefícios e emendas à cidade, do deputado Dr. Batista, que é de Maringá. Algo que impressiona, é essa fidelidade, por parte do vereador Bruno, que continua: “Isso é verdade, o que o Oberek comentou. A gente tem uma trajetória de respeito, e a partir do momento que você se alia a pessoas do bem, e você vê que essas pessoas estão contribuindo com o desenvolvimento da cidade e da região, não tem como a gente virar as costas. Eu trabalhei por 13 anos com Dr. Batista, também, nesta questão de viabilização de recursos e elaboração de projetos, e diante disso, aqui em Jandaia do Sul, a gente pode dizer que Dr. Batista é o deputado que mais viabiliza recursos”, e também, para diversos municípios da região. Ele tem atenção voltada à Saúde”.

 

CAMPEÃO NAS URNAS EM JANDAIA

Perguntado se logo que saiu o resultado das urnas, passou em seu coração a expressão ‘mãe, é o seu trabalho que eu vou continuar’, respondeu: “É algo emocionante, Oberek, vivenciar! Porque eu falo que a expressão de votos que eu tive aqui em Jandaia, foi muito grande! 1.113 votos, praticamente 10% dos votos da cidade, e uma eleição, totalmente atípica das anteriores. Nós tivemos uma quantidade muito grande de candidatos a vereadores, então, graças à Deus, eu falo, antes da mãe partir, eu sempre compartilhei das mesmas ideias, sempre estive junto, enfrentando as dificuldades do dia-a-dia ali mesmo, seja na porta de um hospital, da Providência (Hospital da Providência, em Apucarana), em Londrina, Maringá, correndo atrás, para as pessoas que realmente precisam. E depois disso, depois que a mãe partiu, todos que me procuraram, graças à Deus, não virei as costas pra ninguém”.

Até o momento, foram 89 requerimentos por ele elaborados, ao Legislativo jandaiense. 15 indicações, e 12 projetos de leis. Vê, que como Jandaia é um entroncamento no Vale do Ivaí, todo desenvolvimento nela possível, reflete às demais cidades em seu entorno.

Ele disse que o lado que tem, é pelo desenvolvimento da população, e de independência. Conseguiu por suas cobranças, veículos para o município, e verbas para o asilo. No dia 20 passado, recebeu uma ligação, e dela, recursos para mais uma entidade do município.

 

MANDATOS DE CÉLIA CAVASSANI

O primeiro mandato de Célia, foi de 1997 à 2000. O segundo, de 2005 à 2008, o terceiro de 2009 à 2012, e o quarto, de 2013 à 2016 e o quinto e último, de 2017 à 2018. “E o que que é interessante: Muitas vezes, hoje mesmo aqui na câmara do município, você tem a maioria de homens, e nós não temos nenhuma mulher ali na casa, e a mãe representou muito bem o papel da mulher na política. Ela fez uma diferença e construiu uma história”.

Celia foi presidente da Câmara por duas vezes, e o mesmo número de vezes, a vereadora mais votada da cidade, e em um determinado período em que o prefeito estava passando dificuldade na área de Saúde, “ela assumiu o Departamento, e fez a diferença aqui, reduzindo a fila de espera do pessoal que tinha, para consultas, exames e cirurgias eletivas, dentro de uma estrutura, totalmente diferente do que é hoje”, e em uma época em que existiam duas ambulâncias no departamento, e numa realidade totalmente diferente da atual”.

 

RELAÇÃO COM O PREFEITO LAURO JÚNIOR

Afirmou Cavassani, de sua relação de independência quanto ao Poder Executivo, mas a vê, como boa, e que todos os projetos do Executivo, que subiram para a câmara, “sempre que bom para nossa população, vote favorável, e estive junto”. Ponderou, que quando procura um secretário, um diretor de departamento e o Executivo, não é para ele, mas sim, em prol do morador do município.

Ao lado de dois outros vereadores, ele iniciou o ano passado, um mandato com gabinete itinerante, e em 2021, conseguiram percorrer, todos os bairros da cidade.

 

COMO É SER VEREADOR NA CIDADE NATAL DO GOVERNADOR?

Essa pergunta feita ao parlamentar, teve a seguinte resposta: “É uma responsabilidade grande. Eu falo assim, que é uma segunda capital, como se fosse, pois é a cidade natal do governador do Estado. Então, todas as vezes que estive lá, cobrando e buscando recursos, eles atenderam essas demandas, com base em emendas de deputados aqui da região”. Este fato, confessou ele, “faz com que a população espere bastante da gente”.

Além do governador, o secretário de Desenvolvimento Urbano, a Sedu, também é de Jandaia, João Carlos Ortega.

O Oberekando deixa aqui, agradecimentos ao querido comunicador Ciliomar César, da Rádio Jandaia, que durante a semana, gentilmente noticiou que Bruno, que é também um conceituado professor da Unicesumar, além de escritor, comporia como entrevista especial nos oito anos deste Site.

--

"Quero agradecer a cada um, pelo carinho, Quero agradecer aos meus patrocinadores: Klabin, IDF, Sicredi, Center Modas, Acitel, Engenheiros Florestais Associados, Construssan, Grebserv, SindServ, Uniasselvi, Coliseu, Tecnodrive e Karisma".

LEIA TAMBÉM:

GABRIEL É EXEMPLO DE SUPERAÇÃO. Aos 15 anos, ele e suas lives circenses, e agora, uma grata surpresa na Nadepar, no Atletismo