ONLINE
16




Partilhe esta Página

S

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

D

S

s  

D

 

MDA

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

x

s


VACINAS: Tema é levado pela SMS às empresas
VACINAS: Tema é levado pela SMS às empresas

Colaboradores são orientados sobre sua importância

FONTE: PMTB

s

2019-02-19 às 07:43:24) Com o objetivo de alertar sobre a importância da vacinação, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), por meio da Vigilância em Saúde do Trabalhador, está desenvolvendo um trabalho de orientação direcionada às empresas e seus colaboradores.

Os trabalhos são direcionados para a manutenção do esquema vacinal do adulto de acordo com o preconizado pelo Ministério da Saúde.

As visitas tiveram início neste mês de fevereiro e oito empresas já receberam orientação sobre o assunto. A vacina é fundamental, pois além de se proteger, ela evita a transmissão para outras pessoas que não podem ser vacinadas.

A preocupação da SMS, e com a vacinação contra a Febre Amarela, pois já foram confirmados casos da doença no Estado do Paraná. Pessoas que fazem viagens frequentes, caminhoneiros, trabalhadores de área rural, corte de eucalipto e todo trabalho na área de mata são os grupos de maior risco, porém toda a população de 9 meses até 59 anos deve ser vacinada.

Os demais grupos, como gestantes, idosos e pessoas com doenças específicas dependem de avaliação médica.

Se você tem dúvida sobre o esquema vacinal pode ir até a Unidade Básica de Saúde (UBS) do seu bairro, solicitando um Atestado de Vacina. Para gerar o atestado ele deverá comprovar o esquema vacinal em dia de acordo com o Calendário do Ministério da Saúde através da sua carteirinha ou atualizar seu esquema vacinal.

A SMS conta com 16 salas de vacina nas UBSs dos bairros com atendimento de segunda a sexta-feira das 8 às 17 horas.

Manter o esquema vacinal é de extrema importância também para os adultos, destacou a chefe da Divisão de Vigilância Sanitária Kátia Cristiane de Almeida Alves. “Alertamos a todos que regularizem a situação vacinal, e mantenham o documento do comprovante de vacinação”, reforçou.

s