ONLINE
8




Partilhe esta PŠgina

S

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

D

S

C

S

S

S  

D

 

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

D


Segue a campanha contra o Aedes aegypti
Segue a campanha contra o Aedes aegypti

Movimento vai até 14 de dezembro

FONTE: PMTB

s

2019-12-04 às 07:08:24) Todas a Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município participaram da ação de mobilização social – Dia D de combate ao Aedes aegypti no sábado (30). A campanha segue até o dia 14 de dezembro e terá diversas ações educativas, além da coleta de resíduos.

No sábado, as equipes visitaram as residências dos bairros entregando panfletos e orientando sobre da importância de eliminar o mosquito transmissor da dengue, chikungunya e Zika.

Para eliminar os criadouros do mosquito, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), quer contar com a participação da população que precisa aderir à campanha que tem o slogan “10 minutos contra a dengue – Tire esse tempinho para acabar de vez com a dengue”.

A SMS reforça que 10 minutos de cuidado semanais em nossas casas é suficiente para manter o ambiente livre do Aedes.

Em Telêmaco Borba, de acordo com dados da SMS, em 2015 foram confirmados 11 casos autóctones e 13 importados, em 2016 - 8 casos autóctones e 10 importados, em 2018 somente um caso importado foi registrado e, neste ano três casos autóctones e seis importados foram notificados.

O Dia D inicia a agenda de atividades para o combate ao mosquito. De 2 a 6 de dezembro serão realizadas ações educativas nas escolas municipais e palestras de orientação nas salas de espera da UBSs.

A coleta de resíduos será no dia 7 de dezembro no Jardim bandeirantes, Jardim progresso e áreas 7 e 3

No dia 14 de dezembro, a coleta será nos bairros BNH, São Roque, Jardim Kroll, Jardim Bona Vila, São Francisco, Jardim Europa, Jardim São Felix e Jardim São Rafael.

Vale reforçar que a maior parte dos focos de dengue são encontrados dentro dos imóveis. Toda fonte de água parada é potencial criadouro. Calhas entupidas, vasos de flores, vasos sanitários com pouco uso, ralos, resíduos espalhados no quintal, garrafas e recipientes armazenados de boca para cima, reservatório de água de geladeiras, de ar condicionado, caixas d’água mal tampadas, potes de água de animais que não sejam lavados semanalmente.