ONLINE
3




Partilhe esta Página

a

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

D

S

C

S

S

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


Puma Klabin terá parada geral de 1º a 16 de julho
Puma Klabin terá parada geral de 1º a 16 de julho

Mais de seis mil serviços de manutenção devem ser executados durante o período

FONTE: KLABIN

D

2019-06-12 às 07:03:34) A Unidade Puma da Klabin entrará em Parada Geral a partir do dia 1º de julho, para manutenções preventivas nos equipamentos, garantindo a segurança e a continuidade operacional da fábrica. Mais de seis mil ordens de manutenção serão executadas ao longo dos 16 dias.

A Parada Geral é um evento previsto na NR13 (Norma Regulamentadora) para empresas que trabalham com equipamentos chamados de vasos de pressão, como caldeiras e digestores. Para a realização das atividades dentro do prazo previsto é necessário um grande número de trabalhadores que atuam exclusivamente no setor de celulose e papel.

Para execução desses serviços dentro do prazo esperado, serão mobilizados cerca de 4,5 mil colaboradores de empresas parceiras. “Este ano serão realizadas inúmeras manutenções preventivas na unidade, visando a nossa eficiência operacional. Para isso, vamos contar com equipes especializadas que trabalharão para deixar tudo pronto na data prevista”, explica o gerente de Manutenção da Unidade Puma, Leandro de Almeida Laube.

 

FALE COM A KLABIN

Devido à parada dos equipamentos ou reinício das atividades, durante o período de manutenções a comunidade pode perceber odores ou ruídos nas proximidades da fábrica. Entretanto, a empresa reforça que nenhum desses fatores é prejudicial à saúde das pessoas ou ao meio ambiente. Em caso de dúvidas ou sugestões, a comunidade pode entrar em contato com a Klabin pelo telefone 0800 728 0607 ou pelo e-mail faleklabinpr@klabin.com.br.

 

SOBRE A KLABIN

A Klabin é a maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, líder nos mercados de embalagens de papelão ondulado e sacos industriais e única companhia do país a oferecer ao mercado uma solução em celuloses de fibra curta, fibra longa e fluff. Fundada em 1899, possui 17 unidades industriais no Brasil e uma na Argentina. Somente no Paraná, gera mais de 10 mil empregos (diretos e indiretos), em mais de 25 municípios próximos das operações da companhia, principalmente, na região dos Campos Gerais.

A empresa é pioneira na adoção do manejo florestal em forma de mosaico, que consiste na formação de florestas plantadas entremeadas a matas nativas preservadas, formando corredores ecológicos que auxiliam na manutenção da biodiversidade. A área florestal da companhia no Paraná compreende o total de 342 mil hectares, sendo 142 mil de mata nativa. A Klabin também mantém um Parque Ecológico, na Fazenda Monte Alegre, em Telêmaco Borba, para fins de pesquisa e conservação, atuando no acolhimento e reabilitação de animais silvestres vítimas de acidentes ou maus-tratos, auxiliando o trabalho de órgãos ambientais. Além de contribuir para a preservação da flora e fauna da região, inclusive de espécies ameaçadas de extinção.

Toda a gestão da empresa está orientada para o Desenvolvimento Sustentável. Na região dos Campos Gerais a Klabin desenvolve boa parte dos seus programas socioambientais, com destaque para “Matas Sociais - Planejando Propriedades Sustentáveis”, Matas Legais, Projeto de Resíduos Sólidos, Crescer Lendo, Programa Caiubi, Força Verde Mirim e Protetores Ambientais.

A companhia também aderiu aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, é signatária do Pacto Global e do Pacto Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo, e busca fornecedores e parceiros que sigam os mesmos valores de ética, transparência e respeito aos princípios de sustentabilidade.

 

VEJA TAMBÉM

ESCUTE O MINUTO KLABIN 43