ONLINE
18




Partilhe esta Página

d

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

C

S

s  

D

 MDA

S

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

S


Prossiga leva alunos à PM de Curitiba
Prossiga leva alunos à PM de Curitiba

Escola Samuel Klabin visita Batalhão de Operações Aéreas

FONTE: PMTB

 d

2018-07-10 às 07:07:34) Setenta alunos da Escola Municipal Samuel Klabin visitaram o Batalhão da Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA), em Curitiba. A viagem foi o prêmio pela participação e trabalhos desenvolvidos no Programa Prossiga do 26º Batalhão de Polícia Militar, especificamente na Blitz Educativa, feita no dia 26 de junho, que envolveu sete escolas do município.

O bom desempenho dos alunos da Escola Samuel Klabin garantiu o prêmio para os alunos do 4º ano. Os estudantes do 5 º ano vão para um passeio em Ponta Grossa, com data ainda ser definida.

O passeio foi realizado na quinta-feira (5) e os alunos conheceram as instalações do BPMOA, assistiram um vídeo com demonstrações com parte das atividades desenvolvidas pelos policiais, visitaram o hangar, também puderam entrar nas aeronaves e fizeram perguntas. O passeio ao BPMOA foi finalizado com um lanche.

Os policiais militares Ariane, Linderson e Cléia, do Prossiga acompanharam os alunos na atividade.

 

 ESCOLA SAMUEL KLABIN

A Escola Municipal Samuel Klabin conta atualmente com 513 alunos matriculados nas modalidades da Educação Infantil, Fundamental 1 ao 5º ano, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e Sala de Recurso Multifuncional.

 

PROGRAMA PROSSIGA

No ano de 2017 surgiu o Programa Prossiga, que tem como tema principal: “Polícia Militar, eu confio!”.  Dois policiais militares da 1ª Cia do 26º Batalhão dedicam algumas horas do seu trabalho para visitar e dialogar com os alunos dos 5º anos das escolas municipais.

O programa abrange ações que visam aproximar a polícia militar às crianças e adolescentes. Oferece a eles oportunidades para conseguirem grandes transformações, transmitindo valores, compartilhando conhecimentos e criando condições para que se estabeleça a responsabilidade, a educação, o respeito, a igualdade, a autoestima.

Além disso permite que os alunos compreendam melhor o seu “estar no mundo” e possam participar deste agindo, interferindo, buscando seus direitos, cumprindo seus deveres e tornando-se brasileiros trabalhadores, conscientes, honestos e íntegros.