ONLINE
17




Partilhe esta Página

D

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

D

S

C

S

S

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


Procon estimula renegociação de dívidas
Procon estimula renegociação de dívidas

Em TB Mutirão online com este fim irá até dia 30

FONTE: PMTB

d

2019-09-13 às 07:56:27) Um mutirão online de renegociação de dívidas está sendo realizado pelo Procon de Telêmaco Borba com Associação Brasileira de Procons (Proconsbrasil) e Federação Brasileira de Bancos (Febraban). As renegociações poderão ser feitas até o dia 30 de setembro.

A ação acontecerá exclusivamente pela internet, através da plataforma de solução de conflitos consumidor.gov.br.

De acordo com a coordenadora do Procon de Telêmaco Borba, Mariangela Machado dos Santos, muitos consumidores que estão em débito deixam de procurar o Procon ou até mesmo seu banco por se sentirem constrangidos com a situação. "Acreditamos que esse mutirão pela internet vai incentivar as pessoas a negociar suas dívidas e sair dessa situação que causa diversos transtornos na vida de qualquer cidadão, muitas vezes motivada por fatores como uma doença na família ou desemprego”, avalia.

Para participar do mutirão online, basta o consumidor fazer o seu registro na plataforma www.consumidor.gov.br, quando receberá um login e senha.

Nesse momento, o consumidor fará o relato do seu problema, devendo informar que deseja participar do mutirão de renegociação de débitos. Após finalizar o registro, o banco ou instituição financeira tem o prazo de 10 dias para apresentar uma proposta ou resposta para o consumidor.

No momento do preenchimento do registro, é imprescindível que o consumidor informe corretamente seus telefones e e-mail para contato, pois esses dados facilitarão o atendimento por parte dos bancos e instituições financeiras participantes.

O Procon de Telêmaco Borba orienta ainda que o consumidor, no seu relato, informe que está participando do mutirão, com a seguinte hashtag:  #MutiraoProconsBrasil

Terminado o prazo para resposta do fornecedor, o consumidor tem o prazo de 20 dias para avaliar o retorno dado.