ONLINE
10




Partilhe esta Página

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

D

S

C

S

S

S  

D

 

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


PREFEITO E VICE DE CURIUVA NO OBEREKANDO
PREFEITO E VICE DE CURIUVA NO OBEREKANDO

Eles fizeram uma avaliação da Administração, das críticas dos adversários e de austeridade administrativa

S

2019-12-13 às 18:35:05) O prefeito de Curiúva, Nata Nael Moura dos Santos (Nato) e seu vice, Luiz Vantuil Ajuz (Tuil), falaram no final da manhã desta sexta-feira, ao Oberekando. Uma avaliação deste ano frente à Administração foi feita. Dos tópicos, o pagamento hoje, com depósito em conta, adiantado alguns dias, do 13º do funcionalismo, e se possível, espera-se também antes do dia 30, o pagamento mensal. As críticas dos adversários a situações que a população percebe, segundo eles, que estão sendo benéficas, a exemplo dos recursos de 4 milhões do Finisa, que estão trazendo inúmeras obras para a cidade, foi outro ponto colocado.

 

NATO E A POLÍTICA

“Deus tem nos abençoado muito, nesta administração. Sou um cara muito temente à Deus. Não vou deixar de dizer a você que sou muito caluniado por adversário, o que é um mal de Curiúva, pelos adversários, porque eles querem ter sucesso aqui em Curiúva, numa administração que nós estamos levando a sério, tanto eu, como o Tuil. Então eu só tenho que agradecer a Deus o tanto que ele tem nos abençoado. Se não fosse Ele estar guardando nós, talvez nós teríamos sido consumidos vivos. Você vai falar, porque? Porque o adversário é furioso aqui. O adversário político e da alma da gente! Todos os pensamentos de desejos contrários que existem dentro de Curiúva, que é do adversário político, - que não quer ver o bem da cidade-, Deus tem nos guardado”.

Nato disse que apesar de sua forma direta de ser, não tem espírito de vingança, mas sabe que Deus cobra, por ele.

Disse que não agirá falando mal de adversário, e que a cada obra que é realizada na cidade, estes (adversários) ficam doentes (no sentido de torcer contra). Expressou-se dessa forma quando citou que cobra austeridade de sua equipe, e honestidade dos secretários, e que se algo fora disso for visto, providências imediatas serão tomadas.

 

A LUTA POR EMPREGOS FOI PEDIDO FEITO AO GOVERNADOR

Ele comentou de sua preferência em administrar para o povo mais necessitado, não deixando de dar atenção, a todos. Ele disse ter consciência que o emprego é uma necessidade, não só em Curiúva, mas geral, e que as portas da cidade estão abertas às empresas que desejem vir à Curiúva: “A maior empregadora aqui, se chama Klabin, e eu nunca vou brigar com a Klabin. Os caras querem que eu vá, partir pra cima da Klabin, para arrumar as estradas rurais. As estradas rurais, nós vamos fazer como nós podemos. O que nós precisamos é emprego, e eu estou lutando por isso!  Ele lembra que é do mesmo partido que o governador, o PSD, e pediu isso a ele, que sejam incentivadas, a vinda de grandes empresas aos municípios menores.

 

A POPULAÇÃO PODE JULGAR MINHA ADMINISTRAÇÃO

O julgamento de sua administração, segundo ele, é feito pela população, e se será candidato a reeleição, disse que escutará a voz da população: “Eu achava que em quatro anos a gente conseguia fazer tudo o que planejava, mas as pessoas não sabem da parte burocrática para se resolver aqui dentro (Prefeitura)”. Só na certidão negativa, enfim conquistada novamente ao município, foram quase um ano e meio, até se voltar a ter acesso a recursos dos Governos Estadual e Federal.

 

RECURSOS DO FINISA

Uma das marcas da cidade, foi ter conseguido recursos via Finisa. Com ele são possíveis muitas iniciativas, e a população mostra-se consciente. O que será feito com asfalto, e de excelente qualidade, com lajota e pedras, sairia pelo dobro do valor: “O que que nós fizemos? Entramos num consórcio, para atender os munícipes. Então nós vamos fazer muito serviço com esse dinheiro do Finisa. E tem vereador saindo dizendo que nós estamos roubando dinheiro! Ele fala, porque está enciumado, pois nunca teve prefeito atendendo a população!”. Pergunta, Nato: “Dizer que nós estamos endividando o município... este é um papel de vereador estar fazendo?” Para o prefeito, dívida é o que foi encontrada, quando ele tomou posse, inclusive tendo a atual administração, que pagar R$120 mil por mês do fundo de previdência, que teve problema no passado.

PAVIMENTAÇÃO: Dentro desses quatro milhões, estão sendo feitas a Vila São Pedro, a Cohapar, Jandira. Nossa previsão é fazer o Caetê Velho, Jardim Isaura. Também Alecrim e Taboão. Vai ser colocada pedra Irregular no Espigão Bonito e Felisberto. “Quando nós fomos fazer esse financiamento, nós iríamos conseguir fazer no máximo, com tubulação, com tudo, o Jardim Isaura”. Nato informou os valores e sua adesão ao asfalto: “Ia custar R$52,00 para se fazer o metro quadrado, de pedra irregular, e R$59,00 de pedra sextavada. Sabe quanto nós estamos gastando? R$21,00 para fazer com asfalto!”.

REDES SOCIAIS: O prefeito neste momento, deixou as redes sociais, onde ataques são infundados. “Só que esses 90% das pessoas boas não vão arrumar briga e sair defendendo eu. Então, eu também não vou arrumar encrenca”.

QUEDA DE ARRECADAÇÃO: Este é uma problema que se tem sido sentido na pele, segundo ele, e houve atrasos da Caçamba Brasil e do transporte escolar, que antes, eram os primeiros pagamentos feitos. Mas Nato agradece que haja a compreensão e continuidade dos serviços, confiando em sua administração: “Está chegando o final de ano, e estamos sanando todas as pendências!”.

 

GRANDES REALIZAÇÕES PARA O ANO QUE VEM

Excelentes notícias virão no ano que vem. Hoje ele assinou duas grandes dessas: Dois caminhões traçados viram para o município. Um do Governo do Estado e outro do Governo Federal: “No máximo lá pelo mês de março ou abril! Acabou esse negócio de estar pagando caminhão por fora”. Acha, antes vai analisar bem, que possa haver um concurso público, pois esse, que está imperando seu mandato, vence até fevereiro: “Mas eu não posso deixar uma herança ruim para o próximo prefeito! Depois um outro administrador, chegar aqui, e não poder fazer nada pro povo!”. Disse que tem evitado ir para Curitiba, e gastar com diárias, e que quando vai, as recebe, mas evita ao máximo. “Meu coração, tem que ser um coração, que ver vocês sofrendo, faz doer também meu coração”, no sentido que estar fazendo o que pode para economizar.

ZONA RURAL: Nato pediu desculpas, pois não se tinha dotação orçamentária para se fazer tudo o que eles desejavam. “A dotação se arrebentou mais porque nós gastamos em manutenção de máquinas e óleo diesel. Mas ano que vem é outra história. É outra dotação e nós vamos atender vocês!”. Citou que muitos estão criticando, “mas nunca é tarde para a gente fazer uma administração séria”, tendo austeridade administrativa”.

“Nós não vamos ter queima de fogos esse ano, nem show de virada, porque eu acho que vamos guardar mais um dinheirinho, que o ano que vem eu tenho que fazer mais coisas para vocês, e segundo as pesquisas, o povo de Curiúva não quer mais queima de fogos em virada de ano, porque acha que judia muito dos cachorrinhos e essas coisas, e parece que tem também uma recomendação do Poder Judiciário, neste sentido. Então vamos obedecer né, e sobra mais dinheiro e investe-se na população”.

 

DINHEIRO DO 13º JÁ EM CONTA

O funcionalismo público de Curiúva teve uma grata surpresa nesta sexta-feira: O dinheiro do 13º já está depositado. “O dinheiro está na conta deles, e o que vai acontecer? A cidade está animada! Tá gastando, está entrando dinheiro, mais de um milhão de reais está girando aqui dentro. Eu acredito que até lá pelo dia 22 ou 23 nós pagaremos o pagamento, antecipando do dia 30”. Satisfeito, disse: “Então entram dois milhões que é do município, pro comércio!”. Nato esclarece: “Vocês me desculpem eu não fazer festas! Eu priorizei as necessidades maiores do município!”.

Ao saudar a população em detrimento das festas de final de ano, Nato explicou também a sua maneira de tratar o seu povo, e de não os enrolar, e foi quando citou o deputado Alexandre Curi, que é sim sim, ou, não não! “Você chega no gabinete dele lá e ele não fica te enrolando não. ‘Esse dá, não, esse não dá! Esse eu não consigo fazer. Pronto... eu saio feliz!’”.

 

TUIL

“É um prazer estar ao lado do prefeito Nato, que vem fazendo um trabalho sério, honesto e honroso. Ser teu vice-prefeito é gratificante pra mim. Encerrar mais este ano com dever cumprido! Aquilo que a gente conversou e pregou em nossa campanha, você está dia-a-dia, ano-a-ano que passa, concluindo”. Uma alusão especial ao prefeito que fez Tuil, foi de estar colocando o “tapetão preto” em Curiúva, nas ruas, referindo-se ao asfalto. “Prefeito que investiu nos bairros, nas ruas, chama-se Nato Moura!”. Nato interrompeu Tiul, para lembrar que tem adversário alegando que está sendo feito casca de ovo (o asfalto) mas que ele não está fazendo isso para fins eleitoreiros, e está, primando pela qualidade.

Também foi agradecido, por ambos, ao funcionalismo público, que tem compreendido a dinâmica de trabalho.

Um detalhe que Tuil disse, se sentir muito satisfeito, é que Nato o chama para as decisões e a participar: “O Nato não passa a mão em seu ombro pra te agradar. Hoje o gestor tem que ser dessa forma. Não adianta eu passar a mão em seu ombro, e meter a mão em seu bolso!”. Encerrar o ano com décimo terceiro em dia, pagamento em dia e a cidade onde você passa, um canteiro de obras, é prazeroso, citou Vantuil: “Nenhum adversário vai falar bem. Eles queriam que Curiúva tivesse o contrário!”.

 

VEREADORES

Nato agradeceu os vereadores: “Aos que são parceiros dessa Administração! Eles entenderam que a Administração está indo bem, e por causa desses vereadores, que estão junto comigo, é que está acontecendo, por Curiúva”. Ele voltou a dizer que não faz acerto político, o que significa muitas vezes, ver o bolso de um ou outro!

 

MENSAGEM FINAL: Antes de se encerrar a entrevista, foi falada da importância da família, com suporte diário e constante, especialmente dando alívio quando a barra fica um pouco pesada. Nato e Tuil deixaram registrados os melhores desejos de um Feliz Natal e Próspero Ano Novo, a todos os curiuvenses.