ONLINE
4




Partilhe esta Página

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

D

S

C

S

S

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


Mais uma vitória do SindServ de TB

Paulinho enaltece  conquista que deverá ser o Auxílio Alimentação e a Assembleia que dele tratou 

2019-09-18 às 10:38:22) Na manhã desta terça-feira, o diretor financeiro do SindServ de Telêmaco Borba, Paulo Cesar Oliveira, falou ao Oberekando, da assembleia geral dos associados, - servidores municipais -, em torno de 200 deles, que estiveram no auditório da Secretaria de Educação, aonde foi, por eles, aprovada a implantação do Auxílio Alimentação (VA/VR).

s

No passado, lembrou Paulinho Diácono, como é mais conhecido o diretor, eram 15, 30 pessoas que se faziam presentes e agora, a cada convocação, é mais crescente o quórum. “Sábado foi uma alegria muito grande para nós, porque ali nós terminamos um trabalho que começamos em janeiro de 2019, quando a Secretaria de Administração nos apresentou, a pedido do prefeito, dois projetos, e um executado já, já sancionado, onde as mamães já estão utilizando, que é a ampliação da licença maternidade, e agora, o auxilio alimentação”.

“Algo que nós não podemos deixar passar de citar aqui, é o empenho de nossos vereadores, em relação, tanto à licença maternidade, como também a esse auxílio alimentação.  Estivemos numa reunião semana passada com eles”, e eles já estando com o anteprojeto nas mãos, poderiam ter votado a matéria do auxílio, mas esperaram o veredito da Assembleia do SindServ, no sábado: “Nós vamos decidir conforme a decisão da Assembleia. Nós queremos ouvir o funcionário”, explicou Paulinho, que escutou dos vereadores. Entre os vereadores e presidente da Câmara, cinco deles se fizeram presentes no evento. “Até na sexta-feira, no que depender da Câmara, teremos aprovado!”, conforme informaram os legisladores ao SindServ.

O Projeto de Lei, de iniciativa do Poder Executivo, estipula o valor de R$ 225,00, sendo 10% de contrapartida descontada do servidor, ficando o valor líquido em R$ 202,50.

Algumas observações foram feitas por Paulo, como ser o valor, de cobertura para alimentação, da conhecida semana inglesa, sendo no caso, o almoço de segunda à sexta-feira. Quando de hora extra, automaticamente, a refeição já passa a ser de responsabilidade da Prefeitura. Também, este valor fechado, deixa de o ser, caso o servidor tenha afastamento ou perda de dia no mês, conforme está bem especificado no estabelecido em Lei. Voltando, este se normaliza.

 

RESTAURANTE MUNICIPAL

O restaurante municipal, com isso, deverá, explicou Paulo Cesar, ser desativado. No entanto, ele tranquilizou os funcionários que lá estão, que não se preocupem, porque serão remanejados a outros setores. Hoje são de 500 a 600 servidores beneficiados com o restaurante municipal, e desde já, o diretor explicou que jamais direcionado a um ou outro, mas que o SindServ opinará a eles, alguns restaurantes que possam fornecer uma alimentação a contento.

São cerca de 1500 servidores que não têm benefício nenhum neste sentido, e que, com a nova Lei, estarão todos, em pé de igualdade, beneficiados.

A luta pelo direito a alimentação dos funcionários com auxílio municipal, vem de longe: Nos 27 anos de funcionalismo, Paulo lembrou o início, quando levava uma vasilha de casa, e lá no restaurante, eram colocadas salada e carne, e o demais itens, cada funcionário trazia de casa. “Começou assim, e fomos melhorando aos poucos. E na gestão do Dr. Eros foi inaugurado o restaurante, depois, colocado o refeitório e hoje, esta vitória tão grande do nosso prefeito.

Preside o Sindicato dos Servidores Municipais de Telêmaco Borba, Adirlei Soares da Silva.

LEIA TAMBÉM: