ONLINE
15




Partilhe esta Página

A

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

D

S

C

S

S

S

S

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

D


Klabin teve a maior concretagem do Puma II
Klabin teve a maior concretagem do Puma II

Momento se deu na montagem dos equipamentos do Pátio de Preparo de Madeira

FONTE: KLABIN

sd

2019-11-22 às 08:20:46) No mês de outubro, foi realizado processo de concretagem da base do tambor descascador da Linha 5, equipamento do pátio de Preparo de Madeira (PMAD) do Projeto Puma II, a expansão da empresa em Ortigueira. Este é o maior volume de concretagem em etapa única do Projeto Puma II até o momento, tendo utilizado uma quantidade aproximada de 750 m3 de concreto para sua realização.

O tambor descascador é um dos equipamentos do processo inicial da produção de papel, responsável por retirar a casca da madeira antes da picagem. “A casca é usada como combustível para a geração de vapor e energia e a madeira é destinada para se transformar em fibra de celulose”, explica o coordenador de projetos, Thiago Prata.

Rodrigo Vendramini, gerente de Fibras e Águas do Projeto Puma II, explica a complexidade desta atividade, otimizada para ocorrer em apenas um dia: “Numa concretagem de grande volume como esta, devemos garantir que o concreto não atinja temperaturas superiores a 70°C durante o processo de hidratação, de maneira a evitar fissuras originadas pela expansão e retração térmicas. Devemos lançar o concreto com temperaturas entre 18°C e 22ºC para que, no pico da hidratação, a temperatura limite não seja ultrapassada. Isso é garantido com a adição de gelo no preparo da mistura. Para esta base, foram utilizadas aproximadamente 70 toneladas de gelo”, comenta.

 

TRABALHO EM EQUIPE

O planejamento foi fundamental para a conclusão bem-sucedida desta tarefa.  Para a mistura do concreto, uma equipe alimentava continuamente os caminhões betoneiras com gelo por meio de uma plataforma de acesso. Vindo diretamente da cidade de Presidente Prudente (SP), o gelo chegou em três carretas climatizadas. Já para o concreto, foram necessários 95 caminhões que transitaram da madrugada até o fim da tarde pelas ruas do Projeto Puma II. Em termos comparativos, o volume de concreto utilizado nesta operação seria suficiente para a construção de 3.750 metros de calçada de 2 metros de largura.

Além da Klabin, as empresas Andritz, Afonso França, Constroluz Mix e Time Now,foram envolvidas nesta atividade, cada uma com equipes dedicadas ao processo. “É importante ressaltar que foram realizadas diversas reuniões de alinhamento para garantir o sucesso do trabalho. A concretagem foi sucesso absoluto, devido ao excelente trabalho de todos”, explica Rodrigo, que lembra ainda que o Projeto Puma II está rigorosamente dentro do cronograma de realização. O mesmo processo de concretagem, desta vez para o tambor do Descascador 06, ocorreu também no mês de novembro, utilizando volume similar de concreto para sua finalização.

O Projeto Puma II está planejado para se desenvolver em duas fases. A primeira, prevista para entrega em 2021, envolve a construção de uma linha de fibras para produzir celulose não branqueada integrada a uma máquina de papel Kraftliner e Kraftliner Branco, que serão comercializados sob a marca Eukaliner, com capacidade de 450 mil toneladas anuais.  A segunda etapa, planejada para 2023, contempla a construção de uma linha de fibras complementar integrada a uma máquina de papel Kraftliner com capacidade para produzir 470 mil toneladas anuais, além da expansão de estruturas de apoio. Juntas, as duas produzirão 920 mil toneladas anuais de papel.

 

VEJA TAMBÉM:

ESCUTE O MINUTO KLABIN 54