ONLINE
8




Partilhe esta Página

s

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

D

S

s  

D

 

MDA

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


Klabin reconstruirá trecho da PR-340
Klabin reconstruirá trecho da PR-340

Parceria com Estado trará liberação total entre TB e Tibagi

FONTE: KLABIN

D

2019-05-29 às 07:26:51) Em reunião realizada na manhã da última quinta-feira (23) entre Klabin, Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística e DER (Departamento de Estradas e Rodagem) do Paraná, a empresa anunciou que fará o reparo em um trecho da PR-340, entre Telêmaco Borba e Tibagi. A parceria atende o anseio da população para liberação total do trânsito no local que segue restrito para veículos acima de quatro toneladas. 

Parte da rodovia PR-340 cedeu no km 291, no dia 16 de março, ficando totalmente interditada por dez dias. Após segunda avaliação, no dia 26 de março, o trânsito foi liberado para veículos de até quatro toneladas. Com isso, apenas carros pequenos podem passar pelo local e o deslocamento de mercadorias entre as duas cidades aumentou em quase 100 quilômetros.

Enquanto o DER trabalha no projeto e liberação das licenças ambientais e social, a Klabin contratará a empresa que vai executar a obra, que será fiscalizada pelo órgão estadual. No local será feita a restauração do aterro e drenagem, recomposição da rodovia com a pavimentação e sinalização e, na sequência, a liberação do tráfego.

A previsão é que, após emitidas as licenças para início da obra, o tráfego esteja liberado em 60 dias. “Essa parceria com o Estado permite mais velocidade na execução da obra e beneficia a população das cidades do entorno, que utilizam diariamente a rodovia, além de diminuir o impacto na logística e escoamento de produtos de toda a região dos Campos Gerais”, destaca o gerente Florestal da Klabin, Darlon Orlamunder de Souza.

“Vamos dar prioridade agora no trabalho de liberação das licenças para que esta obra comece rapidamente. O trecho da PR-340, onde teve o deslizamento, é de fundamental importância para a infraestrutura da região que fica comprometida com a restrição do tráfego de veículos pesados. Esta parceria do governo do Estado com a Klabin dará mais agilidade à obra beneficiando, assim, os moradores e os motoristas que trafegam na PR-340”, destacou o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex.

 

SOBRE A KLABIN

A Klabin é a maior produtora e exportadora de papéis para embalagens do Brasil, líder nos mercados de embalagens de papelão ondulado e sacos industriais e única companhia do país a oferecer ao mercado uma solução em celuloses de fibra curta, fibra longa e fluff. Fundada em 1899, possui 17 unidades industriais no Brasil e uma na Argentina. Somente no Paraná, gera mais de 10 mil empregos (diretos e indiretos), em mais de 25 municípios próximos das operações da companhia, principalmente, na região dos Campos Gerais.

A empresa é pioneira na adoção do manejo florestal em forma de mosaico, que consiste na formação de florestas plantadas entremeadas a matas nativas preservadas, formando corredores ecológicos que auxiliam na manutenção da biodiversidade. A área florestal da companhia no Paraná compreende o total de 342 mil hectares, sendo 142 mil de mata nativa. A Klabin também mantém um Parque Ecológico, na Fazenda Monte Alegre, em Telêmaco Borba, para fins de pesquisa e conservação, atuando no acolhimento e reabilitação de animais silvestres vítimas de acidentes ou maus-tratos, auxiliando o trabalho de órgãos ambientais. Além de contribuir para a preservação da flora e fauna da região, inclusive de espécies ameaçadas de extinção.

Toda a gestão da empresa está orientada para o Desenvolvimento Sustentável. Na região dos Campos Gerais a Klabin desenvolve boa parte dos seus programas socioambientais, com destaque para “Matas Sociais - Planejando Propriedades Sustentáveis”, Matas Legais, Projeto de Resíduos Sólidos, Crescer Lendo, Programa Caiubi, Força Verde Mirim e Protetores Ambientais.

A companhia também aderiu aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, é signatária do Pacto Global e do Pacto Nacional para Erradicação do Trabalho Escravo, e busca fornecedores e parceiros que sigam os mesmos valores de ética, transparência e respeito aos princípios de sustentabilidade.

 

VEJA TAMBÉM:

ESCUTE O MINUTO KLABIN 42