ONLINE
11




Partilhe esta Página

D

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

C

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


IDF CONTA COM DR BRUNO, CIRURGIÃO BUCOMAXILOFACIAL
IDF CONTA COM DR BRUNO, CIRURGIÃO BUCOMAXILOFACIAL

Também implantodontista, cursou suas formações em SC, SP na USP, e em Los Angeles

S

2019-02-04 às 16:02:03) O Dr. Bruno Henrique de Oliveira, nova oferta em atendimento nos quadros do Instituto Dr. Feitosa, IDF, em Telêmaco Borba, é cirurgião bucomaxilofacial e implantodontista, e falou ao Oberekando sobre sua atuação.

Explicou que trata-se a sua, de uma formação dentro da Odontologia, tendo nesta a residência, bem como residência médica, dentro de hospital, “e o meu trabalho é tratar o rosto das pessoas, de uma forma geral”, complementando: “Desde pacientes acidentados, reconstrução de rostos, tratamento de pacientes que têm o queixo muito para frente ou pra trás e neste caso, em parceria com outros dentistas”, além do caso de tumores na boca, ou no rosto.

Disse-se satisfeito pois o IDF e Telêmaco Borba o recebeu de braços abertos para fazer o trabalho que melhor atenda à população.

Além de falar de suas experiências dentro da reconstrução, detalhou um pouco mais quanto ao queixo, como acima citado, inclusive de que na maioria das vezes o paciente procura um dentista clinico, que o indica o uso do aparelho, e que por vezes somente isso não resolve e é onde entra o bucomaxilofacial, aonde num procedimento cirúrgico leva-o (queixo) para onde deveria ser o local correto, deixando não só a mordida, mas a fala e a articulação entre a mandíbula e a base do crânio, muito bem organizados

 

FORMAÇÃO
Dentista, pontagrossense, com graduação pela Universidade Federal de Santa Catarina, fez também Implantes Dentários, sendo implantodontista. Em Cirurgia Bucomaxilofacial, sua formação é pela USP, em São Paulo. Em Reconstruções Ósseas, seu curso fora na californiana, Los Angeles, nos Estados Unidos: “A gente quer trazer isso ai para a população. Não adianta nada a gente estudar... a gente se formar, se a gente não puder ajudar ao próximo!”.

 

LEIA TAMBÉM:

IDF: "AQUI NÓS CUIDAMOS DE VOCÊ!"