ONLINE
7




Partilhe esta Página

ACITEL

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

D

S

C

S

S

S  

D

 

a

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


Dobra o número de Agentes de Endemias contratadas
Dobra o número de Agentes de Endemias contratadas

De 2017 para cá, 20 profissionais foram chamadas

FONTE: PMTB

d

2020-05-06 às 08:06:47) Visando a prevenção e a saúde das pessoas, a atual Gestão Municipal dobrou o número de Agente Comunitário de Endemias (ACE) trabalhando na Prefeitura de Telêmaco Borba. Desde 2017, foram convocadas mais 20 ACEs, inclusive seis delas assumiram recentemente.

Antes de 2017, existiam 20 ACEs no quadro de funcionários da Prefeitura. Posteriormente foram chamadas mais 20, sendo que as últimas 10 recentemente. Com isso Telêmaco Borba chega próximo ao número preconizado pelo Ministério da Saúde.

A principal função do agente de combate às endemias é prevenir e auxiliar no combate às doenças endêmicas (doenças infecciosas identificadas em um determinado espaço). Sua atuação se dá na visita em casas e empresas para identificar possíveis focos transmissores, além da orientação das comunidades.

Na sua rotina, deve fazer os devidos levantamentos, indicar os locais passíveis de problemas, controlar doenças que já tenham acometido determinada região, além de executar ações relacionadas à saúde na região da UBS onde é lotado.

Em Telêmaco Borba os agentes atuam nas áreas de abrangência da UBS onde trabalha. Na cidade há ao menos um ACE por localidade. Nas localidades maiores, existem mais agentes. “Os agentes trabalham relacionados às endemias de forma geral. O trabalho não se resume apenas à dengue, apesar de ser quase todo voltado a essa endemia atualmente. Onde temos um vetor, capaz de propagar uma doença a população, os ACE podem atuar”, explicou a Chefe da Seção de Inspeção Municipal, Ana Claudia Natel.

O prefeito, Dr. Márcio Matos, destacou a importância da contratação de novos ACE. “São pessoas de extrema importância para a Secretaria de Saúde. Estão na linha de frente da prevenção, cuidando para que tenhamos o controle das endemias, principalmente a dengue. Merecem nosso respeito e consideração por esse belo trabalho que fazem”, finalizou.

--

D