ONLINE
4




Partilhe esta Página

s

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

D

S

C

S

S

S  

D

 

a

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


CURIÚVA SE PREVINE DO CORONA E PEDE APOIO
CURIÚVA SE PREVINE DO CORONA E PEDE APOIO

Sacrifício de todos visa rápido retorno à normalidade. Christiano e Neilor falaram ao Oberekando

d

2020-04-15 às 16:13:13) Na hora do almoço de hoje, num ato gentil com o Oberekando, foi possível um bate-papo bastante esclarecedor com o secretário municipal de Saúde de Curiúva, Christiano Giunta Borges, e Neilor Jurandy da Costa, diretor do Hospital Municipal. Diversos tópicos, e o premente pedido: Fiquem em casa e também, respeitem o isolamento, e se necessitar saírem, respeitem o distanciamento social. O uso de máscara, é pedido eminente da Saúde. O Covid-19 foi tema principal.

Na cidade, que tem seu Comitê Gestor de Prevenção ao Covid-19, disse Borges: “Nós estamos tomando todo cuidado possível, para que não ocorram casos de coronavírus, e por enquanto, graças à Deus, tivemos sucesso nas medidas até o devido momento”, contente por nenhum caso confirmado de infectados.

O uso da máscara, de maneira correta pelas pessoas, poderá fazer com que as coisas fiquem melhores, citou o secretário. Neilor lembrou da eficácia, no uso destas, por exemplo, na Coréia do Sul, recordando também a campanha instituída em Curiúva, quanto à prevenção, “Eu cuido de você! Você cuida de mim! ”. Ele falou de cidades onde já é exigido entre a população, estar com máscara, e que só assim, seja possível adentrar em estabelecimentos com atendimentos classificados como essenciais.

“Nossa preocupação são com vidas humanas. Graças a Deus, dos 12 casos suspeitos todos deram negativos”. Por outro lado, na questão de abertura do comércio, esclareceu: “Nós não somos contra a abertura do comércio, mas infelizmente a população não está aderindo ao isolamento social e até o distanciamento. Mas nós temos projetos sobre essa questão de orientação e supervisão de pessoas. Mas infelizmente (neste caso que se pede o isolamento) tem o direito de ir e vir da população e nós não podemos dizer o que a pessoa pode ou não, fazer. Mas felizmente, a Secretaria de Saúde está bem organizada com a questão de orientações. Orientações para toda a população, inclusive para a fatia que tem pré-disposição de se agravar ou não. Porque de fato, essa doença é uma gripe... só que é uma gripe que é muito mais rápida e letal que as outras”, pontuou Christiano.

Ainda quanto à abertura do comércio, Christiano reafirmou não ser a favor do fechamento total deste, mas que existe uma obediência a prestar, à hierarquia, que vem de cima para baixo, quanto aos governos federal e estadual, “e o que eles mandam de recomendações, o município tem também que fazer. Hoje tem o Ministério Público, tem a juíza que deu pareceres para fechamento do comércio, e muita gente que fala que foi o Christiano e o Neilor: está ficando nas nossas costas! ”, desabafou.

Ele comenta das filas grandes nos mercados, e que não há necessidade disto, porque felizmente não se está faltando alimento. A pessoa está indo com as crianças e demais familiares, e isso cria um ambiente de fácil contágio, “porque 80% são assintomáticos, onde a pessoa não sabe que tem e está transmitindo. O que é o isolamento social? Ah, precisa ir no mercado? Vai uma pessoa da família... não precisam ir todos! ”.

Outro fato, é que a equipe da Saúde passa nas lotéricas e bancos, e dá a explicação necessária da não aglomeração. Pós isso, logo em seguida, volta-se a aglomerar-se!

A grande preocupação dele, e da equipe, é com a vida do próximo, e neste caso, com as vagas disponíveis neste momento, no caso do hospital de referência para toda uma 21ª Regional, o IDF, e para uma região de 300 mil habitantes. Também citou que tem feito sua parte como curiuvense, sabendo de riscos por estar na linha de frente, abstendo-se de visitar seus pais, que são idosos, e vendo o mesmo ter que ocorrer com seus filhos, não podendo visitar os avós. “Primeiramente Deus, depois Nato, de acreditar em nosso trabalho, e graças à Deus tudo que nós fizemos foi em benefício do próximo e eu sou muito agradecido à Deus, ao Nato, Reinaldo, Neilor, e a gente está trabalhando de uma forma muito bonita e a gente conseguiu melhorar muito as coisas”. E daí, continuou ele: “Chega uma surpresa dessa que a gente não não esperava, e que a gente não sabe como lidar 100% ainda, porque toda hora tem alguma mudança”, alertando de que a conscientização principal, tem que vir da população.

Como recado final, o secretário solicitou que não se saia de casa, e que, na necessidade, por exemplo, por parte de idosos, de serviços bancários, ou de algo naquilo que esteja encaixado como essencial, que mande seus familiares que isso façam, tal qual, as idas ao mercado.

Neilor e Christiano, exaltaram os servidores da saúde, que são guerreiros, os agradecendo por estarem na linha de frente. Também, agradeceram à liberdade de trabalho dada pela Administração.

 

NATO EM CONSTANTE REUNIÃO:

O prefeito Natanael Nato de Moura está em constante contato com Curitiba, com medidas que possam vir em auxílio a prevenção do corona. Disse que seja no sentido de toda precaução no âmbito da saúde da população, como entendimento também das dificuldades enfrentadas pelo comércio e empresas local, e manutenção de empregos por parte destas, está atendo. Pede a compreensão de todos, pois existem as determinações do Ministério Público, que devem ser acatadas quando enviadas. Caso não sejam, pode ele, como prefeito, sofrer implicações judiciais. Reinaldo Vicentin, chefe de Gabinete, bem como Nato, pedem compreensão da população, pois as ordens, sobretudo no tocante ao não funcionamento de outros segmentos do comércio, não são má vontade deles, mas sim, acatamento de ordens, hierarquicamente superiores.

d

É constante na entrada principal da cidade, único acesso possível, a barreira sanitária, assim como já acontece em Sapopema e outros tantos municípios, evitando que se deem contágios externos.

--

D