ONLINE
8




Partilhe esta Página

D

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

C

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


CREAS Liberdade Cidadã tem cartilha
CREAS Liberdade Cidadã tem cartilha

Nela, as orientações do Governo do Estado ao trabalho desenvolvido

FONTE: PMTB

s

2019-01-25 às 08:16:50) O Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) – Liberdade Cidadã, vinculado à Secretaria Municipal de Assistência Social, executa o “Serviço de Proteção Social a Adolescentes em Cumprimento de Medida Socioeducativa de Liberdade Assistida (LA) e de Prestação de Serviços à Comunidade (PSC)”, bem como, presta atendimento e suporte aos familiares de adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas de Semiliberdade e de Internação em outros municípios.

Através da articulação com a equipe da Unidade de Semiliberdade de Ponta Grossa, por conta de que ambas as equipes realizavam acompanhamento para determinada família, deu-se início a um trabalho através da metodologia de práticas restaurativas, por meio dos processos circulares.

“Os processos circulares utilizam-se de princípios e práticas contemporâneas que facilitam a transformação dos conflitos, com base em práticas restaurativas, na promoção da comunicação não violenta, na escuta qualificada e na construção de consenso pela busca de soluções que atendam às necessidades individuais e/ou coletivas”. A prática se mostra como uma importante estratégia de atuação, haja vista o contexto de violência tão evidente na realidade de nosso município.

Diante do reconhecimento da efetividade e da importância do trabalho realizado, houve a publicação do relato de experiência, através das boas práticas, nos “Cadernos de Socioeducação: Práticas Restaurativas e a Socioeducação”, elaborado pelo Departamento de Atendimento Socioeducativo (DEASE), da Secretaria da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, do Governo do Estado, que segue como uma ferramenta de disseminação de conhecimento e também de base teórica para a atuação de agentes da socioeducação.

Na publicação, Zilda Rosalia Postiglioni (Assistente Social do DEASE) afirma que “se os profissionais estiverem envolvidos e engajados, podem viabilizar e efetivar uma prática que se pretende consolidar no processo socioeducativo de um determinado adolescente, contribuindo, desta forma, para que ele dê continuidade ao seu projeto de vida na comunidade de origem a partir do suporte de uma equipe especializada”, destacando o trabalho realizado pelo CREAS Liberdade Cidadã.

Técnicas envolvidas: Flávia Bueno da Luz (Coordenadora/Assistente Social) e Katya Litcy Schmidke (Psicóloga que atuava na ocasião).

 

LINK DO CADERNO: http://www.justica.pr.gov.br/arquivos/File/Cadernos_Finais/caderno_praticas_restaurativas_web.pdf