ONLINE
8




Partilhe esta Página

a

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

D

S

C

S

S

S  

D

 

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


AULAS ONLINE: Professor Nilson, alunos e a adesão
AULAS ONLINE: Professor Nilson, alunos e a adesão

 Ele é diretor do Colégio São Francisco e abordou o tema

s

2020-09-15 às 09:32:33) Um bate-papo ontem, bastante esclarecedor, foi com o professor Nilson Correia, diretor do Colégio São Francisco de Assis, no bairro com este mesmo nome, nas instalações do antigo Caic. O tema principal: A importância da assiduidade dos alunos nas aulas onlines do Paraná Educação.

“Esclarecendo a nossa comunidade, convocando os nossos alunos que ainda não estão participando de forma efetiva nas aulas online ou recebendo material impresso, que participem! Participem porque o ano letivo está correndo. Nós estamos terminando o terceiro trimestre e já estamos iniciando o último trimestre, e muitos alunos ainda não tiveram consciência de que as aulas continuam”. Disse ele, que no São Francisco de Assis, como nas demais escolas, está se trabalhando, dando suporte aos alunos quando necessitam, atentos ao Aula Paraná e com o material impresso sendo distribuído.

Um fato que chama a atenção é que o Aula Paraná foi nacionalmente reconhecido pela eficácia. Também, dito pelo diretor, tanto a Educação no município de Telêmaco, como pelo Estado, e no caso, pelo Núcleo Regional de Ensino, são de qualidade, e isso deve ser um chamariz para esta adesão, ao modelo que foi encontrado para o não distanciamento dos alunos ‘às aulas’: “É o Núcleo de Telêmaco, sempre preocupado em fazer o seu melhor para que a Educação seja realmente de qualidade, e essa é uma preocupação do Colégio São Francisco de Assis”.

 

NO COLÉGIO, O FUNCIONAMENTO

d

Em escalas, os alunos, de forma pré-agendada, que tiverem alguma dificuldade de entendimento das aulas onlines, estão sendo atendidos pelo Colégio, bem como, há a escala de professores, e tanto aos docentes, como aos discentes, estão sendo observadas todas as regras de segurança que exigem a prevenção ao Covid.

A equipe pedagógica e administrativa está em ação, para dar seguimento aos trabalhos.

Uma discussão que se arrastava faziam anos no Brasil era a adoção do homeschooling, e que a pandemia acabou impondo às redes de ensino de todo país.

 

APELO AOS PAIS E A COMUNIDADE

“Nós precisamos do auxílio de nossa comunidade. Nós precisamos dos pais, em estar verificando se o filho está fazendo, ou se o filho não está fazendo (as aulas online) e porque deixou de fazer? É feito o trabalho de busca ativa, onde nós vamos na casa do pai, nós ligamos, mas algumas vezes nós não conseguimos esse contato, e precisamos que esse aluno volte a estudar!”.  Podem existir também, conforme Nilson, aqueles que pararam no meio do caminho e deixaram de fazer as atividades. “Liguem para a escola! Comuniquem a Escola”, é o apelo dele, para que o aluno possa voltar a realizar essas atividades, normalmente.

 

PAIS DE PARABÉNS!

Uma situação, que especialmente no início sombrio da pandemia, deixou pais sem saber o que fazer, mas que o mundo todo teve que se adaptar, foram daqueles (pais ou mães) que têm dois ou mais alunos estudando, e por exemplo, um no Cmei, outro de 1º ao 5º ano e ainda um terceiro, no Ensino Médio, ou de 6º ao 9º ano, e até mesmo em algumas residências, somou-se aquele filho ou filha que está cursando o Ensino Superior. Com estes últimos, tranquilos, até, mas com os demais, esses pais guerreiros, sem saber o qual socorria – acompanhava – primeiro!

Parabéns, de Correia, ao esforço destes familiares!

Por outro lado, foi cobrado daqueles que porventura não estejam tão preocupados com os filhos, para que o façam, e que assegurem sucesso ao ano letivo dos seus filhos: “Acho que nós temos o direito de pedir isso... nós podemos exigir isso, porque nós estamos aqui, cumprindo o nosso papel, e tentando fazê-lo da melhor maneira possível!”.

 

DISTRIBUIÇÃO DA MERENDA ESCOLAR, QUINZENALMENTE

Outra prestação de serviço, olhada pelo Governo do Estado, foi a distribuição da merenda escolar às famílias dos alunos, cadastrados no Bolsa Família: “Auxilia muito, principalmente as comunidades carentes, que têm essa necessidade”. Neste momento de retirada do que o diretor chama de Kit Alimentação, o aluno aproveita para pegar as atividades impressas, e também, tirar dúvidas com os pedagogos. “Aqui, são mais de 90 cestas entregues. Agradeço muito a minha equipe, de agentes 1, que são os serviços gerais, que vem, e montam essas cestas, com verduras e frutas e contando com a agricultura familiar, e tudo com muito cuidado e muito carinho”.

 

PROJETOS DO SÃO FRANCISCO EM PERÍODOS CONVENCIONAIS

Foram recordados, exceto tempo de pandemia, alguns projetos que o Colégio São Francisco desenvolve, como o “Erga essa bandeira”, que é uma iniciativa do Rotary Club de Telêmaco Borba. Este é também, o único colégio do NRE em Telêmaco, a contar com o “Ensino em Tempo Integral”, aonde os alunos ficam o dia todo na escola, no Ensino Médio. Este é, específico do Governo do Estado. Mais um projeto estadual, é o Educação Conectada, aonde por meio de notebook, os alunos podem aprimorar seus conhecimentos e fazerem suas atividades, online.

Já, nesse atual período, outra iniciativa é a confecção de máscaras de proteção pelo Colégio: Houve a doação de tecido, e também a disponibilidade de um pai de aluno, em as confeccioná-las.

--

D