ONLINE
5




Partilhe esta Página

S

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

C

S

s  

D

 

MDA

s

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

S


“AS BAILARINAS DAS SAPATILHAS BRANCAS” NO SÁBADO
“AS BAILARINAS DAS SAPATILHAS BRANCAS” NO SÁBADO

Professoras Sinthia, Dayane e também Ketty Neves com bailarinas, falaram da expectativa

 s

2018-11-27 às 22:19:48) Uma entrevista exclusiva com bailarinas e as professoras Sinthia Bulcão e Dayane da Silva Oliveira, da Escola Municipal de Dança de Telêmaco Borba, e Ketty Neves, representando a Secretaria de Cultura, Esporte e Recreação, trouxe as últimas novidades do espetáculo “As Bailarinas das Sapatilhas Brancas”, neste sábado, às 19:30 hr, na Casa da Cultura, no anfiteatro do Centro Cultural Elohá Quadrado.

“O espetáculo conta a história da maioria destas crianças que estão aqui, que é o sonho de querer dançar”. As Bailarinas das Sapatilhas Brancas é baseado no livro de Ana Beatriz Brandão, que também tem como clássico, “O garoto do cachecol vermelho”, e essas duas obras, Bulcão – que dirige a atração e a Escola - indicou como leitura, a todos.

 

O ENREDO

Um pouco do que se tratará o enredo, são duas meninas que moram na Área 6, e têm o sonho de fazer Ballet e para isso, passam por todas as fases de encontros e desafios, como a fé e o afeto. A professora fez um paralelo da união que fala no espetáculo, com o que se encontra na equipe de trabalho com todo staff ao qual ela pertence, e pela forma com que foi acolhida por Telêmaco. O espetáculo conta com a participação das turmas de Ballet Clássico, Contemporâneo, meninos e meninas da Dança Livre Juvenil e Infantil, e também a participação dos músicos da Casa da Cultura, “pois no espetáculo também se conta a história de um menino que queria ser músico e graças à rainha dos sonhos, vai fazer com que esse espetáculo aconteça”. Esta rainha, explicou ela, é a nossa vontade de não desistir.

A professora de Dança, Dayane da Silva Oliveira, comentou a boa correria e uma certa apreensão, normal neste segmento, e a “espera para se chegar esse dia”.  Cada uma ensaia na sua turma e no ensaio geral, ela pôde ver que está bem legal: “Quem vier não vai se arrepender, pois será um espetáculo muito lindo!”.

Ketty Neves, da Secretaria de Cultura, Esporte e Recreação, disse das ações que são ofertadas, mas que sempre se aguarda a atração de final de ano, como será esta. Ela agradeceu ao prefeito Márcio Artur de Matos e rememorou que os olhos dele brilham nas atividades onde envolvem as crianças, como também acontece no Projeto Brincar. O secretário Carlos Roberto Ramos (Carlão) foi outra lembrança dela: “ele que não mede esforços para nos ajudar!”.

Neves deu em primeira mão, a notícia de todo esforço que vem sendo feito, e tudo indica que a autora da obra em que se baseará a noite, estará presente.  “Morando em São Paulo, desde que a gente começou a trabalhar no espetáculo, entrou-se em contato com ela, e ela abraçou a causa junto, conosco!”. Ana Beatriz deve dar sua palavra aos espectadores, bem como deverá fazer uma noite de autógrafos. Além da Música, além da Arte, também estimular a leitura é de suma importância, acrescentou ela. Isso também chamou muito a atenção da autora. Ketty lembrou que a tecnologia por vezes, com computadores e internet, tem afastado as crianças da Literatura.

 

AS BAILARINAS

Cássia de Oliveira Machado (12) disse que inicialmente fez teste para a Ginástica, e que não entrando, veio para o Ballet: “A dança pra mim... já está em mim! Não tem como!”, expressou, emocionada.

Dhamily Santos Neto (13), falou do papel que fará na apresentação, e disse que a dança para ela é algo que a motiva. “A dança está comigo a tanto tempo, que eu não consigo mais viver sem ela, porque é uma coisa que eu amo muito!”.

Aos seus seis aninhos, Sara Nicole Leal, tímida, foi perguntada pela professora Sinthia, e respondeu que está no Ballet, porque desde pequena fazia essa dança em sua casa, e foi taxativa de que não pretende deixar as aulas, respondendo: “Porque eu amo o Ballet!”.

Ketty falou que o espetáculo, no sábado, tem início às 19:30 hrs, mas que a partir das 19 horas, os pais e convidados, já estarão sendo recepcionados pelo maestro Calan Henrique Wöhl e os músicos da Banda Municipal.

A professora Sinthia aproveitou e reforçou o agradecimento ao Dr. Márcio, que está possibilitando a tantas pessoas de serem músicos, ou bailarinas, também ao Carlão, pelo apoio, e à toda secretaria, e ao pessoal também da Recreação que está envolvido.

s

“Quero agradecer também a cada mãe, a cada pai, que vem, que se disponibiliza a estar aqui, trazendo as crianças, confiando em nosso trabalho”. Os bailarinos, ela agradeceu a dedicação de todos, e em todas as faixas etárias e turmas.

Também participaram da entrevista, as seguintes bailarinas: July Caroline Correia Ribeiro (10), Ana Vitória de Castro Espírito Santo (12), Yasmim Moraes de Araújo (10), Yasmim Vitória Oliveira dos Santos (10), Geovana Louise Camargo (11), Tatiane Vitória Antunes Rocha (13), Ana Paula (10), Laura (9), Nicole Carneiro Almeida (12).