ONLINE
26




Partilhe esta Página

S

DFF

d

ACITEL

s

sr

D

S

C

sd

S

S

AWEF

S 

D


Morcego positivo para o vírus da raiva
Morcego positivo para o vírus da raiva

Ele foi capturado no bairro Rio Alegre

FONTE: PMTB

2022-04-05 às 07:40:03) A Vigilância Sanitária de Telêmaco Borba alerta que, no dia 27 de março, foi capturado um morcego em uma residência no bairro Rio Alegre e após exame, foi obtido laudo positivo para raiva.

Devido a esse acontecimento, a Vigilância Sanitária esclarece a população sobre como proceder quando deparar com algum morcego. De acordo com a média veterinária, Ana Cláudia Natel, se alguém encontrar um morcego e ele estiver caído no chão a recomendação é de não tocar no morcego e nem deixar que outras pessoas ou animais se aproximem. Vale salientar que nem todos os animais carregam o vírus da raiva. Morcegos encontrados a noite, voando normalmente e próximo a locais onde estão suas colônias não devem ser mortos.

Ana Cláudia orienta que no caso de encontrar um morcego em situação atípica a seu comportamento (durante o dia, caído no chão, se debatendo ou já morto) o animal seja isolado: “A pessoa deve colocar algo em cima, como uma caixa, um balde ou outro objeto, com um peso em cima para que o animal não fuja e evitar que pessoas e ouros animais entrem em contato”, explicou, acrescentando que em seguida a pessoa deve informar a Vigilância Sanitária pelo telefone: (42) 3273-1022.

Caso haja algum contato com o morcego, seja por toque, mordida ou arranhão, é necessário lavar o local com água e sabão e procurar imediatamente a unidade básica de saúde (UBS) mais próxima, ou comunicar a Vigilância Sanitária. Em momento nenhum a pessoa deve matar o animal, pois trata-se de crime ambiental, com penalidades previstas* na Lei 9.605/1998.

Ana Cláudia lembra também que é muito importante manter cães e gatos vacinados contra a raiva, pois o vírus está circulante no município em área urbana. E, em caso de um animal de estimação ter contato direto com algum morcego, deve-se avisar a vigilância sanitária para orientações e providências e, se possível o envio do morcego para análise laboratorial.