ONLINE
12




Partilhe este Site...

zs

DFF

d

ACITEL

s

sr

S

S

S

zs

S

s

d

 DRTE 

D

 MDA

s

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

s


FUT. SALÃO CLÁSSICO: BRASIL E PARAGUAI NO FURTADÃO
FUT. SALÃO CLÁSSICO: BRASIL E PARAGUAI NO FURTADÃO

Três das craques convocadas falaram de suas carreiras, ao Oberekando: Missiara, Poliana e Jéssica

S

2017-07-04 às 22:24:24) O site Oberekando conversou na tarde desta terça-feira, nos vestiários do Furtadão, com três das jogadoras da Bobig/Gavis/ADTB/Telêmaco Borba, convocadas para a Seleção Brasileira de Futebol de Salão Clássico, para o Desafio Internacional que tem jogos marcados para as seguintes cidades dos Campos Gerais: Castro (10/07), Tibagi (11/07), Telêmaco Borba (12/07) e Ponta Grossa (13/07), e que serviram de preparativos para a Copa América na Colômbia e Mundial da Catalunha/Espanha. Elas terão o comando técnico do professor Anderson Valério, consagrado em sua área e que já levou o nome de Telêmaco à todo Brasil, e agora como técnico da seleção brasileira de Futebol de Salão Clássico, também inicia sua jornada mundial.

No bate-papo, Missiara Luíza Papst, de 27 anos, natural de Ilhota, Santa Catarina e que jogou na Unifor, no Ceará. Antes de ir ao Nordeste, atuou em Criciúma.

Poliana Rafaela Alves Irleu, que completará 31 anos neste sábado, teve como último clube também a Unifor. Ela é natural de Belo Horizonte, nas Minas Gerais.

Jéssica Oliveira, de 26 anos, é de São Paulo. Atua em Telêmaco fazem três anos. Seu clube anterior é o São Caetano. “Sou muito grata pelo que eles fizeram por mim, por ter me apresentado ao Futsal nacional e hoje eu sou muito feliz aqui. Realizo um sonho de estar jogando e estudando e hoje numa Seleção Brasileira de Futebol de Salão Clássico”.

O frio para a mineira Poliana não é tão estranho assim, porque também já jogou também em Criciúma. Já, “Missi” confessa, em tom bem humorado, que tinha; estando no Ceará, até esquecido do frio.

MISSIARA: É pela primeira vez convocada para a Seleção Brasileira de Futebol de Salão Clássico, mas pela Confederação Brasileira de Futsal, de 2012 à 2015. Disse que foi um orgulho imenso representar o Brasil na CBFS, e da mesma forma agora com o Clássico, que está crescendo. “E eu e as demais atletas esperamos representar muito bem e trazer o título para o Brasil”. Pela CBFS ela já jogou em Portugal, Espanha, Guatemala. Pela CBDU - Confederação Brasileira do Desporto Universitário, ela foi também para a Espanha, além de disputar em Goiânia.

POLIANA: Ela foi convocada para a Sulamericana de Futebol Clássico que se deu no Furtadão em razão das comemorações dos 53 anos de Telêmaco.  Antes, em 2014, foi campeã mundial pela CBDU na Espanha.

JÉSSICA: Goleira, assim como Missiara, ao ser perguntada se já jogou no exterior, disse se sentir realizada, mesmo nunca tendo saído do País: “Aqui eu acho que temos as melhores jogadoras e o esporte nos proporciona isso. Jogar com as melhores. Ter ídolos e de repente o ídolo jogar com a gente, ‘o que é o caso da Missi’”. Esse foi um momento sutil da entrevista, de carinho pelo esporte e admiração de atleta para atleta. Ela lembrou também de outras jogadoras em sua posição que vem crescendo. Relacionando as conquistas, assim que chegou em Telêmaco foi Campeã Paranaense e dentre outros, a Supercopa em Uruguaiana.

 

CONVIVÊNCIA EM GRUPO E DISTÂNCIA DA FAMÍLIA

Elas dividem a república e perguntada quais as principais habilidades de cada uma em cuidar da casa, explicaram que existe a famosa escala de distribuição das tarefas. Também nesse sentido, em termos de convivência em grupo, fora colocado que o grande segredo é o respeito entre todas. “Temos as nossas famílias, mas vivemos aqui em família!”.  Jessica deixou o abraço à seus familiares, avisando-os que chega no dia 24 para revê-los.  

Missiara lembrou que saiu nova de casa para jogar. Desde os 17 e fazem 10 anos. “É complicado, mas depois a gente se acostuma”. Ela foi quinta-feira para sua casa, e voltou ontem. A mãe dela já esteve aqui na Sulamericana a vendo jogar.

No caso de Poliana, há um detalhe: ela morou até aos sete anos em BH, e depois a família mudou para Pedro Leopoldo, que também fica na Região Metropolitana de Belo Horizonte: A real cidade onde nasceu Chico Xavier e pouca gente sabe disso, achando que fora em Uberaba. Ela também chegou ontem de sua casa. No entanto, confidenciou que tem um desejo que a sua mãe a veja jogando, e em tom de brincadeira, antes que ela encerre a carreira.

Foi unânime entre elas o recarregar as energias quando voltam para casa para visitar a família. Poliana elogiou a forma com que Telêmaco Borba abraça e acolhe às atletas.

s

O professor Anderson Valério, que tem se destacado e vem destacando Telêmaco há tantos anos do Futsal, enobrece ainda mais a cidade sendo o técnico da Seleção Brasileira de Futebol de Salão Clássico. Ele convida à toda população para que, adquirindo o ingresso, seja no Bobig, Pícoli ou Tem Sim Lanches, venha e lote o Furtadão para essa grande partida entre Brasil e Paraguai, na quarta-feira, dia 12.

s

Esta foi a postagem mais recente da ADTB em rede social, Confira:

s

CONFIRA A ENTREVISTA COM AS CRAQUES, NA ÍNTEGRA:

 

LEIA TAMBÉM:

Rarine recepciona companheiras uruguaias