ONLINE
4




Partilhe esta PŠgina

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

D

S

C

S

S

S  

D

 

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

D


DR. LAGES … REFER NCIA EM UROLOGIA EM TB

Mineiro, é querido e já adotado pela Cidade do Papel

2019-12-09 às 09:36:46) O Dr. Luiz Roberto de Bessa Lages foi o primeiro entrevistado para o Caderno Especial de Natal do Site Oberekando, e se disse feliz ao falar, “daquilo que a gente faz, daquilo que a gente gosta, que é servir ao próximo. Isso faz parte da arte médica, da ciência médica. Sempre lidando com pessoas e que nos deixam muito satisfeito, pelo bem-estar que a gente traz às outras, e pelas boas notícias. Pela melhora de um prognóstico, e assim vamos com praticamente 35 anos aqui em Telêmaco Borba, atuando em várias áreas, mas fundamentalmente em minha área que é a Urologia. Hoje, eu e o meu filho, Leandro, exercemos a Urologia em sua plenitude, e a gente fica muito satisfeito, e feliz com esse retorno que damos às pessoas, e a você, que é um formador de opinião”.

 

DO INTERIOR DE MINAS PARA TELÊMACO

Mineiro de Itambacuri, cidade próxima a Governador Valadares, logo veio pra São Paulo, onde estudou, se formou e exerceu Medicina por um certo tempo, vindo após para Telêmaco, por influência de colegas que aqui já estavam: “Fui feliz, me dei bem, gosto da cidade, luto pela cidade, e é a minha referência de cidade.

Casado com Ía Lages há aproximadamente 45 anos, tem três filhos, sendo o Dr. Leandro, a fisioterapeuta Priscila, e Patrícia, é psicóloga forense, e diferente dos dois irmãos, mora em Curitiba.  

 

UM FILHO QUE SEGUIU O CAMINHO DO PAI NA PROFISSÃO

xd

Perguntado como é ter seu filho seguindo sua história, optando pela Medicina, mas mais ainda, pela Urologia, respondeu que “realmente é muito gratificante e um prazer muito grande, e é uma coisa que todo mundo me pergunta, e ainda mais quando você teve a oportunidade de proporcionar a ele uma grande formação”. Ele olha como pai, essa boa formação, satisfeito pelos elogios que escuta direcionados à Leandro, em consultório.  

 

ADOTADO POR TELÊMACO

A relação do entrevistado com Telêmaco é de amplo amor. Ambos se adotaram... ele e a cidade, e a cidade e ele!

“No final da década de 70, veio um colega nosso pra cá, que é o nosso prefeito, Dr. Márcio. Eu e o Márcio formamo-nos juntos, em São Paulo”.

Matos foi, nas palavras de Bessa, o pioneiro a chegar a Telêmaco Borba, no tempo que a Medicina aqui era feita por médicos gerais, como um esquema naquela época, de interior. Tendo conhecido Dr. Feitosa, Dr. Márcio começou a trazer especialidades.

Confessa que sentiu uma diferença muito grande quando chegou, porque era desejo dele, ficar na capital (SP). Hoje, brilha e é querido na Capital, do Papel! “É uma cidade que me apeguei a ela. Os meus filhos são criados aqui”, e são telêmacoborbenses.

Hoje os netos, por parte de Priscila e Zattar, são Eduardo e Arthur. De Patrícia, são João Pedro e Murilo, e de Leandro, a menina Ana Laura.

 

GRATIDÃO AO IDF

s

Recentemente, o fato acima citado por ele, de ter o Dr. Márcio lhe convidado para vir à Telêmaco, fora falado pelo próprio prefeito, quando nas dependências do Instituto Dr. Feitosa, fora inaugurado um memorial com todos os médicos que completaram, 25 anos ou mais, de trabalho neste estabelecimento de saúde. “Quem me acolheu quando eu cheguei aqui... uma relação muito íntima com Dr. Feitosa (Aulino), que infelizmente este ano nos deixou. Era nosso timoneiro, era quem nos guiava aqui. Todos nós, os mais antigos, passamos pelas mãos dele. Onde ele tinha a estrutura, e todo o grupo trazia o conhecimento!”. Disse, de hoje, torcer para a contínua evolução e feliz pelo alcance de resolutividade muito grande. “Só temos bem para falar desse hospital. Em nenhum momento nós temos qualquer queixa, ou qualquer desentendimento. Continuamos atuando nele e torcendo por ele, também!”.

 

A UROLOGIA

Esta especialidade, para ele, agrega toda a Medicina, e é muito ampla, e abrange desde os recém-natos, aos idosos, homens e mulheres.

As obstruções urinárias são muito mais frequentes em homens, em detrimento das mulheres. Falando do incômodo e perda da qualidade de vida de quem está com problemas na uretra, faz uma reflexão de como pode, no caso da próstata, um órgão de pouco mais de 25 gramas, danificar toda uma qualidade de vida. Existem doenças de maiores incidências nas mulheres e homens, e isso guia os ‘check-ups de idade’.

No Novembro Azul se convencionou uma atenção maior à saúde do homem, mas ele esclarece que não há uma incidência maior de casos, exclusivamente neste mês. Esta alusão, criada em 2003 na Austrália, deu-se devido ao dia 17, comemorar-se o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.  A educação e conscientização, fizeram melhorar muito a procura pelo homem, de exames, e a prevenção em si. Outros fatores ligados à área de Lages, têm sido bem procurado pelos homens: Este é um aspecto educacional de campanhas que a gente pode fazer”.

 

AINDA EXISTEM TABÚ E VERGONHA NA HORA DA CONSULTA?

Perguntado se a vergonha ainda atrasa a visita das pessoas ao Urologista, e em decorrência disso, algumas vão com problemas nesta área, avançados, disse que, apesar de já não ser frequente, mas que sim, existem.

 

UROLAGES

s

O profissional falou do complexo de saúde, a Urolages, onde se atende quase na sua plenitude. Quase, porque segundo ele, é buscado não se depender de transferência de pacientes para fora, “e fazemos isso com a absoluta certeza de que podemos fazer. Estamos instalados em frente ao IDF, há 30 anos aproximadamente”.

EQUIPE: Dão retaguarda ao Dr. Lages, no consultório da Urolages, Janaína, “que é minha enfermeira já há 20 anos, na verdade é instrumentadora cirúrgica. Romilda, que é mais ligada à cardiologia, com Dr. Reinaldo. Andriele, que é enfermeira, e atua mais na clínica que no hospital. Tamires, na manutenção da clínica, e a Suzi.

 

MENSAGEM DE NATAL

A entrevista foi encerrada com Dr. Lage deixando sua mensagem, desejando a todos um Feliz Natal e da mesma forma, 2020. “Que o nosso país tome um caminho certo e que haja melhoria para todo mundo, e que a gente possa aproveitar disso, tanto no ano novo, como nos anos que virão”.