ONLINE
8




Partilhe esta Página

a

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

D

S

C

S

S

S  

D

 

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


DEPUTADA ALINE É ENTREVISTADA, DIRETO DE BRASÍLIA
DEPUTADA ALINE É ENTREVISTADA, DIRETO DE BRASÍLIA

No Dia da Independência, os avanços, o patriotismo e também, Telêmaco

2020-09-07 às 22:52:28) Na tarde deste Dia Sete de Setembro, em que se comemora a Independência do Brasil, uma entrevista com a deputada castrense, Aline Sleutjes, que está atendendo 110 municípios do Paraná, e entre eles Telêmaco Borba.  O ser “brasileiro” e o resgate à valores e ao amor ao País, foram os principais tópicos. Pela Capital do Papel, importantes demandas atendidas e na área de Saúde, com quase 2 milhões de reais em recursos.

 

A PÁTRIA ... A INDEPENDÊNCIA!

“Dia que a gente lembra dessa emancipação brasileira do Reino de Portugal. É um dia que a gente lembra do momento real, de nossa liberdade, e da nossa independência, embora, muitos brasileiros ainda prefiram viver, achando que não são independentes ou não são livres. Ou pior: querendo realmente ser escravizados ou doutrinados com o sistema comunista! Eu prefiro acreditar que isso que nós temos, que é a nossa independência, é uma das coisas mais sagradas. E é por isso que nós lutamos aqui em Brasília, para continuarmos livres e independentes!”. A deputada, que é vice-líder do Governo no Congresso, falou do dia de Bolsonaro nas comemorações da Pátria, de quem recebeu logo que chegava à Brasília, no fim da tarde, vídeos com o evento de Hasteamento da Bandeira, levando crianças, como esperança do Brasil” e, relembrando que precisamos resgatar nosso amor e respeito pelos símbolos nacionais, e não se dançando funk com estes, ou a queima da bandeira em manifestações com quebradeira e incêndio de prédios públicos.

 

A EDUCAÇÃO E A LUTA PELO FIM DA DOUTRINAÇÃO

“Vimos por tanto tempo, doutrinação nas escolas e universidades, e está impregnada”, citando essas práticas.

Ela disse que a proporcionalidade dos recursos é direcionada pelo que se consegue enviar seus alunos para frente, lembrando que faz-se quase que obrigação de aprovação de crianças hoje. Aonde estão os testes, aos quais nossos pais e avós passavam para galgar degraus em suas jornadas? Alguns líderes falam que um teste, causa trauma nos estudantes, deixando por último a qualidade do verdadeiro aprendizado. Ela espera que se continue - como atualmente pelo Governo Federal, “e se Deus quiser por muitos governos à frente”, - o resgate da “qualidade do nosso ensino. Que resgatemos o respeito aos nossos mestres, resgatemos o conteúdo de qualidade e resgatemos o que é ensinado em sala de aula, que é Geografia, História, Português, Ciências, e não porcaria que estão querendo incutir, inclusive com Educação Sexual dentro do infantilzinho (Educação Infantil)”. Segue ela: “Nunca nós perdemos essa essência infantil, como nós perdemos hoje. Crianças sendo instigadas, de 6 anos, parecerem que têm 12, de 12, parecerem que têm 20, e de 20, sabe Deus, o que!”. Ela ressalta também que muitos, ou a maioria desses problemas, apenas estoura nas escolas, mas que esses são trazidos dos lares, que são, lares desconstruídos, sem amor, sem respeito, sem tempo para seus filhos. Lares aonde o filho fica jogado em frente a uma tela de celular e computador, vendo tudo que pode e o que não pode. Lares aonde o pai não tem dez minutos para ter uma conversa saudável dando limites, dando direitos e deveres. Lares aonde os pais esqueceram que podem pôr de castigo, e podem sim dar castigo e punições, tirando-lhes algumas coisas, para eles entenderem que isso não pode ser feito. Da mesma forma nas escolas”, lembrando de algumas medidas, como a ainda existência do livro de assinatura que está lá, quando o aluno apronta alguma coisa”.  Também foi falado por ela, do resgate da família, mas no caso das escolas, do valor aos mestres, aos professores, “e é isso que o Mec tem feito!”.

 

GOVERNO FEDERAL E MINISTROS

O time dos ministros, assim citado por ela, foi exaltado, como os feitos de Tarcísio de Freitas, que encontrou na sua chegada à pasta, de Infraestrutura, quantas obras inacabadas. Tereza Cristina, da Agricultura, é referência no mundo, e Paulo Guedes, comentou ela, o melhor ministro da Economia do mundo, dentre todos os demais.

 

TELÊMACO BORBA E O MUNICIPALISMO

De Telêmaco, falou: “Uma cidade que eu amo muito, e que me ajudou muito para eu estar aqui em Brasília”.

Informou que a ela, foram solicitados recursos, especialmente para a Saúde. Ela citou os quase dois milhões destinados à Telêmaco, e dois respiradores recém-recebidos pelo IDF. Que existe também uma solicitação do Hospital Regional, de dois respiradores. Pediu Sleutjes ao secretário da Saúde de Telêmaco, um ofício com essa solicitação, para que seja encaminhado ao Ministério da Saúde essa demanda.

 

ATENDIMENTO À 110 MUNICÍPIOS. TAMBÉM, FORÇA NO AGRONEGÓCIO

Aline explicou que atende hoje, 110 municípios, alguns, como Jardim Olinda, no Paraná, com 1.100 pessoas: “Eu atendo esses municípios, porque eles não conseguem se manter, apenas com os seus recursos, e precisam de ajuda do Governo Federal”.  Continuou: “Sendo situação ou oposição à deputada Aline, eu atendo, porque eu estou atendendo à população, e não ao prefeito ou aos seus secretários”. Na questão do Agronegócio, ela disse que este é o coração do Brasil, citando os números, mesmo neste momento de pandemia, que se teve a supersafra, aumentando em 2,5% a produção em relação à 2019. Na safra 2019/2020, conseguiu-se 251.4 milhões de toneladas de grãos, “então hoje nós passamos a ser novamente, o maior produtor do mundo, e isso é motivo de muita comemoração”. O leite, também destacado, está em mais de 99% dos municípios do Brasil, gerando mais de 20 milhões de empregos diretos e indiretos”. Números colocados por ela quanto ao agro, trouxeram suas palavras: “Nós precisamos todos os dias, agradecer às mulheres, e homens do campo, precisamos zelar por este povo, precisamos cuidar”. O agro alimenta o mundo, com exportação para 160 países.

--

D