ONLINE
8




Partilhe esta Página

sr

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

S

C

D

S

s  

D

 

MDA

A

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS


Sicredi terá Dia C com cooperativa de Recicláveis

Ação da agência de Telêmaco tem por objetivo maior conscientização da comunidade em separar corretamente o lixo que não é lixo

2019-06-07 às 12:36:04) O Dia Internacional do Cooperativismo, sempre comemorado no primeiro sábado de julho, terá em Telêmaco Borba, por parte do Sicredi, a data de 06/07 como o Dia “C”.

O Sicredi acredita que cooperar estabelece a ponte entre apoiar boas causas e materializar boas ações. Neste sentido, para esta data, uma ação nacional promove o engajamento de empresas para pautas solidárias.

s

A causa abraçada neste ano, conforme explicou o gerente geral Sicredi, Gilson Gonçalves Dias, é a COOPATB - Cooperativa dos Agentes Ambientais de Telêmaco Borba, mais conhecida como cooperativa de recicláveis, que se localiza nas proximidades da Braslumber e a rodovia de acesso ao Projeto Puma. Esta tem a atual presidência de Vilmar Neumann, e está prestes a assumir tal cargo, após escolha entre seus companheiros, Benedito da Conceição.

“Nós todo ano investimos em alguma ação social, que seja visionada em atender determinada situação que a comunidade precise. Entre os colaboradores, de forma voluntária, surgiu a ideia de estarmos visitando a cooperativa de reciclagem do município”. Nesta, ele informou que viu que a produção está defasada, e em consequência, pessoas lá, que ganham 200 ou 300 reais por mês, “e isso é insatisfatório para se conseguir até mesmo alimentos para se sustentar a família!”. Em depoimentos colhidos ele escutou de que em anos passados, eram mais separados o lixo daquilo que era reaproveitado como reciclável, e hoje, por muitas vezes por exemplo, numa sacola, tudo vai para lá, misturado, dificultando em muito para os funcionários.

Partirá do Sicredi uma ação, que resolverá apenas em um mês, que será a coleta de alimentos entre seus associados e também a comunidade, para serem entregues aos funcionários. Mas mais que isso, e como sustentabilidade, a agência de Telêmaco, com seus colaboradores, e de forma voluntária, se empenharão na conscientização para que a população se incentive quanto aos produtos que iriam para o lixo, mas que possam ser reciclados, e que sejam corretamente separados, para a coleta.

A sugestão acatada entre os colaboradores Sicredi/Telêmaco, foi de Evelyn schambakler, e está coordenando esta ação, Maria Fernanda de Paula Lepek. Entretanto, o esforço é conjunto de toda a “família Sicredi” de Telêmaco.

 

A COOPERATIVA E O APELO PARA QUE A POPULAÇÃO SEPARE CORRETAMENTE AQUILO QUE É RECICLÁVEL

Vilmar se vê neste momento, bastante otimista com o projeto piloto no Jardim Bandeirantes, onde uma sacola fora entregue aos moradores, para que separem aquilo que seja reciclável. O próximo bairro a ter esta intensividade na conscientização pela correta separação do lixo, deverá ser o BNH, e na sequência, toda a cidade. “Graças a Deus, já está dando certo e as pessoas estão separando. Está vindo limpinho já!”. Aquilo que não é separado, e vai para o aterro, e isto, completou ele: “Nós estamos perdendo, não é?”.

Ele analisa, pois as pessoas já separaram mais, e no momento deixaram disso, é que perceberam que o caminhão não tenha passado, e possam ter desistido de colaborar. No entanto, um alerta dele também, é que componentes da cooperativa costumam sair por vezes, logo às 7 da manhã com o caminhão, e pode ocorrer que algumas pessoas ainda não tiveram tempo de deixar disponível, o que reservaram. A Prefeitura cede caminhão, motorista, paga conta de luz e água e fornece refeição a eles. São 28 inscritos, mas entre 19 que sempre estão na ativa. A Klabin também tem um papel importante junto a eles.

Benedito, que já está eleito presidente, reforçou o apelo à população. “Eu creio que já vai melhorou bastante!”, referindo-se a entrega das sacolas aos moradores do Jardim Bandeirantes, que aconteceu no sábado passado.

 

DESCARTE E NECESSIDADE DE UMA CAÇAMBA COM MINI-ESTEIRA: Um tempo muito precioso que poderiam os cooperados na usina (de reciclagem) estar usando para a seleção do material que será comercializado, é “perdido” para se separar aquilo que é descarte e que pela lógica, não deveria ser enviado como reciclável.

Em dias de chuva, essa mão-de-obra é ainda mais penosa aos trabalhadores. Seria recebida como grande ajuda, seja doada por alguma empresa local, ou por um grupo de empresas, uma caçamba com uma mini-esteira, aonde o que fosse chegando, nela passaria apenas para a seleção, explicou Vilmar, que inclusive, já tem até um orçamento dos custos, em mãos.

Só lembrando que existem dois barracões, e seriam necessários então, dois conjuntos.

A coordenadora, Cleuza Camargo, expressou muitos agradecimentos a todos que ajudam a eles. Claro que, toda vez que você leitor, faz sua separação correta de recicláveis, está ajudando a eles, e ao meio ambiente saudável, e especialmente, a você mesmo!

SICREDI: Da iniciativa do Sicredi neste Dia C, disse Vilmar que já faz um bom tempo que eles (Sicredi) convivem com a cooperativa, muito boa por sinal, e que já os ajudou. “Abraçamos eles e estamos contando com o esforço deles, com a ajuda deles, porque quase comparando, eles são quase Klabin para nós, e quando eles abraçam a causa, a causa vai!”. Vilmar enalteceu também todo o apoio, importante, da Prefeitura.

s

Ações logísticas entre o Sicredi e cooperados da usina serão feitas e facilitadas, como o acesso ao cartão para recebimento de salários e acesso à compras no comércio, pela abertura de contas-poupança, onde eles não terão custos adicionais para movimentação destas.

 

LEIA TAMBÉM:

SICREDI - GENTE QUE COOPERA CRESCE