ONLINE
12




Partilhe esta Página

ACITEL

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

C

S

s

d

 DRTE 

D

 MDA

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

S


POPULAR, GIMERSON FALA DE SAPOPEMA E OUTROS TEMAS
POPULAR, GIMERSON FALA DE SAPOPEMA E OUTROS TEMAS

Reeleito, comenta desafios e importância de novas lideranças

 d

2017-04-02 às 14:06:39) O prefeito de Sapopema, Gimerson de Jesus Subtil, recebeu o Site Oberekando na tarde de sexta-feira. Antes de entrar ao gabinete, ele, sentado na calçada que ladeia a prefeitura do município, falava com alguns munícipes. Gestos de simplicidade como esses e uma administração eficiente foram diferenciais que os levou à reeleição. Outro momento que ele pôde ter de volta a dedicação dada ao seu povo, foi quando no afastamento ano passado, por tratamento de saúde, nas inúmeras manifestações de desejos de pronto restabelecimento vistas em redes sociais ou a ele enviadas.

 

REELEIÇÃO E DESAFIOS

Ele vê de fato, mesmo que reeleito, que assumiu uma nova gestão, porque nesta são necessárias alternâncias, mudanças “e a gente está com parcerias novas como com nosso vice-prefeito Paulinho, - Paulo Maximiano de Souza Junior -, em relação à construção do entendimento com uma, até então oposição; mas, necessária pela nova realidade do país, e o município tem que estar acima de tudo. O Paulinho tem ajudado bastante e a gente precisa trabalhar em sintonia”. Gimerson citou uma peculiaridade da região onde Sapomema está inclusa, dentro do Norte do Estado, bastante diferente, onde se todos que nela devem coexistir não se derem as mãos, não será possível avançar em questões como geração de emprego e melhoria de renda. A melhoria dos serviços púbicos precisa acontecer de forma mais eficiente. Uma mudança de paradigma na prestação desse serviço, é necessária. “O gestor deve se entender como parte das mudanças nesse sentido”. Ele acha que não tem que se orgulhar pelos avanços, honestidade, princípios e caráter, vendo que isso já deve ser de berço. Observador, lembrou um evento da Saúde que participou na manhã da sexta, onde fora colocado por exemplo, que um terço da população passou por médico, e que mais que isso, o que se precisa achar e exercer, é a humanização do sistema. Comentou da inversão dos valores pregados pela grande mídia, onde ao invés de informar, tem procurado sim, colocar-se a frente aquilo que se vem em benefício próprio, seja a grupos ou veículos, onde acontece a manipulação da população.

Com gratidão, relembrou o momento em que se afastou no ano passado para cuidar da saúde: “Até pelo relacionamento que tenho com todas as pessoas. Me dou bem com todo mundo, independentemente da posição política de cada um. Com humildade, pois ninguém é melhor que ninguém e estamos aqui de passagem, e acho que isso se reflete no carinho da população”. O prefeito reconheceu que às vezes vai ao sacrifício e que deixa da família e da saúde, pra trabalhar em prol da população.

 

RELAÇÃO COM A CÂMARA E AÇÕES DE SECRETARIAS

O relacionamento com a Câmara Municipal é muito bom, “e sempre foi desde a gestão anterior, e sempre respeitando as individualidade e a independência dos poderes”, frisou o chefe do Executivo.

Assim como importante são todas as demais secretarias, numa região carente com vários aspectos, a área social é fundamental: “Ela leva o anseio, e atende as famílias”. O status de secretária ao Esporte vem para facilitar que mais benefícios e recursos nesse sentido sejam trazidos à população. Ele citou novos membros da equipe, como o professor Marcelo, que já atuou no Rio de Janeiro, em regiões carentes, além de Flamengo e vários times grandes. “Mas estamos trabalhando o Esporte como um todo, e não só o futebol”. Lembrou quanto a isso também, o “up” dado, especialmente com a participação do vice-prefeito, a esta área.  Ele citou a importância do Esporte ao resgate de jovens e adolescentes, sobremaneira, e o distanciamento destes também, de descaminhos.

 

POLÍTICA DE PARCERIAS COM MUNICÍPIOS

Perguntado como vê a pretensão de Telêmaco Borba em se tornar sede microrregional, e assim facilitar as reivindicações dos municípios de seu entorno, respondeu que é uma grata satisfação ver que Telêmaco é um município polo da região, embora Sapopema, pela localização geográfica, tenha vários municípios polos. Quanto a união da nova safra de lideranças dos municípios, analisa com satisfação, pois, guardadas as proporções, as cidades têm os mesmos tipos de problemas, e que sozinho jamais se é possível resolvê-los. “A discussão coletiva, a parceria entre os municípios e as ações conjuntas é o caminho”. Ele lembrou a Agência da Madeira, que atualizou sua gama como agência de desenvolvimento regional. O tema parcerias é aptidão de Gimerson, até justificado pela presidência que atua no Codenop  - Consórcio Público Intermunicipal de Desenvolvimento do Território Nordeste do Paraná, que congrega os 22 municípios da microrregião da Amunop - Associação dos Municípios do Norte do Paraná.

 

DEPUTADOS QUE AUXILIAM SAPOPEMA

Os municípios precisam de bons deputados e que tenham conhecimento da legislação e do funcionamento de um parlamento e que ele possa fazer os trabalhos e ver as coisas acontecerem nestes locais. “Nós temos deputados que nos representam muito bem. O estadual, é Luiz Claudio Romanelli”. O prefeito fez questão de lembrar que as medidas de um deputado nem sempre agradam, mas sempre são voltadas a algo que pode não ser tão popular no momento em que tomadas, mas sim, serão entendidas como positivas num decorrer da gestão. Quanto ao deputado federal, Sapopema conta com João Arruda. Subtil falou desse parlamentar que sua ajuda não é tão somente em recursos e emendas, mas com ideias e ações para que se busquem medidas macros para a região. Tanto Romanelli quanto Arruda, sempre que possível, estão presentes no município.

 

NOVAS LIDERANÇAS E NOVA POLÍTICA

Na mensagem que finalizou a entrevista, ele lembrou a taxação de que todo o político é corrupto e pontuou que não é bem assim, mas que se não houver luta e também a colocação de nomes da nova safra pra mudar essa realidade, ai sim, se continuará dessa forma. “As pessoas de bem, as pessoas que querem as coisas melhores têm que participar da política e elas têm que acreditar, porque tudo vai mudar, melhorar ou piorar, através da política. A luta não é simples e é um processo de construção de médio e longo prazo, aonde nós fazemos parte dele. Aonde que se a gente não fizer parte, não podemos reclamar depois. Temos que estar cobrando e não podemos generalizar”.

 

LEIA TAMBÉM:

CMEI DE SAPOPEMA GANHA CANTINHO DA LEITURA