ONLINE
20




Partilhe esta Página

d

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

D

S

C

S

S

AWEF

swd

S 

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

qwe


VACINAÇÃO:Pessoas com comorbidades de 57 e 56 anos
VACINAÇÃO:Pessoas com comorbidades de 57 e 56 anos

Aplicação da dose será nos dias, hoje, quinta (13), e sexta (14)

FONTE: PMTB

2021-05-13 às 07:06:26) A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) continua a vacina contra a Covid-19 nas pessoas com comorbidades nesta quinta (13) e sexta-feira (14).

Nesta fase, as pessoas com 57 devem procurar a Unidade Básica de Saúde (UBS) de referência, na quinta-feira (13), para receber o imunizante e as pessoas com 56 recebem a vacina na sexta-feira (14). A vacinação é realizada das 9 às 16 horas.

Para evitar aglomerações, no período da manhã serão vacinadas as mulheres e no período da tarde os homens, em ambos os dias.

É necessário apresentar documento pessoal com foto, CPF, cartão de vacina e comprovante de comorbidades, como consta no quadro abaixo.  Pacientes com comorbidades que fazem parte do grupo prioritário e são acompanhados pelas Unidades Básicas de Saúde devem levar exames recentes, receitas e laudos.

 

COMPROVANTES

Seguindo orientação do Ministério da Saúde, o grupo das pessoas com comorbidades será vacinado por idade - ou seja, do mais velho para o mais novo. Pacientes com comorbidades que fazem parte do grupo prioritário e são acompanhados pelas unidades de saúde não precisarão apresentar nenhum documento extra.

Já os pacientes acompanhados pela rede privada precisarão apresentar uma declaração do médico que o acompanha. A declaração modelo é disponibilizada via Portal do CRM-PR para os médicos.

O documento será preenchido pelo médico com a indicação da comorbidade que elege o paciente para a vacinação contra a covid-19, conforme as enfermidades previstas no Plano Nacional de Operacionalização de Vacinação do Ministério da Saúde (veja a lista no final da matéria).

No termo, o médico precisará declarar que o paciente está sob seus cuidados. Por fim, o médico deverá assinalar a veracidade e autenticidade das informações descritas na declaração, sob pena de responsabilização pelo Código de Ética Médica e Código Penal.

A declaração será enviada via e-mail ao paciente, que deverá imprimir e levar junto na hora da vacinação.