ONLINE
11




Partilhe esta Página

S

DFF

d

ACITEL

s

sr

D

S

C

sd

S

S

AWEF

S 

D


LILIAN SCHOLZE: A LINDA HISTÓRIA DA PERSONAL
LILIAN SCHOLZE: A LINDA HISTÓRIA DA PERSONAL

A coliseu, o professor klécius, e hoje, a LS

S

2022-04-04 às 09:53:26) Nascida em São José da Boa Vista, que faz divisa com Riversul-SP, Sengés, Jaguariaíva, Arapoti, Wenceslau Braz, e Santana do Itararé, em 08/07/1957, quem olha para Lilian Maria Scholze jamais imagina sua linda história em correr atrás dos sonhos e ser uma vencedora, como fora sua vida toda: a referência é a professora Lilian, da Coliseu Top Team Academia!

Prestes a completar 65 anos, contou no final da semana passada, sua trajetória, que aqui trazemos!

“Não sei se está no sangue, porque a gente nasceu no sítio, e a criação foi assim. Ainda ontem eu estava falando com um aluno que eu sempre queria estudar, e aquele tempo era difícil estudar. O pai era rígido, não deixava, e era criada para casar, e eu queria, e sempre coloquei na cabeça que um dia eu ia estudar. E foi: Me casei com 20 anos, vim morar em Telêmaco Borba. Fiquei 20 anos casada, ai eu fiquei viúva. Tive três filhos”, mas seu foco persistia em estudar e trabalhar. Em uma certa insegurança para a criação dos filhos, sozinha, teve um novo relacionamento de três ou quatro anos, mas chegou, amigavelmente a conclusão que, foi uma experiência, mas permaneceria só.

Aonde estava morando, em Monte Negro, Rio Grande do Sul, o primeiro contato com a academia. Ela abria a academia, alongava as alunas, as colocava na esteira e bike, e as deixava preparadas para a chegada da professora, que continuava os exercícios. Isso aos 42 anos, e não parou mais, para a alegria de tantos alunos, que são só elogio.

 

UMA ROTINA PESADA, MAS FELIZ, ATÉ OS 20 ANOS, A TRARIA CONDICIONAMENTO FÍSICO

Sua rotina até os 20 anos, de uma filha que morava no sítio, era, pela manhã, tirar leite com sua mãe, fazer almoço, limpar a casa, e à tarde, ia levar almoço ao pai e irmãos na roça, e por lá já ficava trabalhando. Dos sete irmãos, carregar nas costas o caçulinha, Vanderlei, que atualmente reside em Curiúva, era sua incumbência: “Mas antes disso, já carregava saco de 60 quilos nas costas! Doze anos eu tinha! A gente colhia arroz, feijão, e ai o pai tirava da roça, vinha com carroça. A gente tinha paiol ou coisa assim, e colocava-se lá dentro”.

Lembra com carinho que a irmã mais velha entre as duas meninas e cinco meninos, já tinha se casado, e era dela a responsabilidade de cuidar da casa, de passar escovão e encerrar o assoalho de madeira – habitual em casa de sítio que o chão brilhasse! A roupa era lavada no rio, distante dois quilômetros, e sem esquecer das calças jeans dos irmãos, que eram usadas na roça, e esfregadas e lavadas na tábua, naquela bacia!

Ela que tinha até a quarta série escolar, entrou no Cebeja e concluiu o primeiro grau, fazendo já o segundo. Ela foi uma das alunas que inaugurou o sistema Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) no país.

 

O DESTINO TRAÇAVA A COLISEU E O AMIGO KLÉCIUS

Depois, ainda sem formação acadêmica, trabalhou um total de sete anos em academia, e passou por algumas já em Telêmaco na sua volta à cidade. Quando procurou a Coliseu, que ficava do outro lado da rua em relação ao que hoje se localiza, lembra Lilian que o professor Marcelo a disse, que Klécius, proprietário e que hoje é vereador também na cidade, iria sim, precisar de um novo professor. Sempre até então a resposta de Scholze quando precisava trabalhar era: “Não tenho formação, mas tenho conhecimento!”.

Passava e não encontrava aquele que se tornaria seu grande amigo e chefe, e eis que enfim, quase três semanas depois, encontra o professor Klécius, que inclusive, estava, segundo ela, atendendo dois clientes. Imediatamente disse que ela podia vir treinar, e assim, conhecia já os alunos. Lembra com carinho que, já aos 53 anos, estava fazendo uma sessão de 25 flexões de costas, e na barra, e tudo mundo parou – boquiaberto- na academia: “E ai ele gritou de lá... essa é das minhas!”. Confessa que ficou um pouco com vergonha, pelo excelente, mas público elogio!

 

A gratidão aumentava, e foi Klécius quem a levou para fazer vestibular para Educação Física, em Curitiba. Graduou-se em Bacharel em Faculdade Claretiano. Na sua rotina, teve a amiga Angélica, que fazia parte dos quatro alunos da Faculdade, que foram lá neste dia. As duas persistiam e não desistiram. Saiam as quatro horas da manhã de Telêmaco, para chegarem às aulas presenciais, mesmo sendo na modalidade EAD, lá na capital, que começavam às 8 da manhã. Ora o esposo de Angélica, ora o sobrinho de Lilian, as levavam. Quatro anos essa luta!

O enceramento dela na Coliseu, como funcionária, a deu, confessa, uma dorzinha no coração e entende que tudo é um ciclo... porém, o melhor estava por vir, porque agora, pela LS (Lillian Scholze) Personal Trainer é uma prestadora de serviços para eles. Da gratidão ao proprietário da Coliseu, disse: “Olha, eu posso falar a palavra, quantas palavras eu disser, mas não vai pagar o que ele fez por mim! Eu falo assim...eu vejo assim... eu tenho um carinho, um amor muito grande pelo Klécius, e tudo que precisar é só falar, que ele está ali, ouvindo a gente, ajudando a gente! É uma gratidão pelo resto da vida! Aqui a gente conheceu muitas pessoas, fez grandes amizades”, sempre imperando o respeito aluno x professora.

x

Disse, que tanto klécius, como a esposa dele, Suelen, considera o casal como filhos, e que, em termos profissionais, os deve muito. Agradeceu a cada aluno, que fez amigos, e se recordou quando Dr. Zattar a atendeu em uma cirurgia, e o tem, - os têm - bem como suas famílias, em suas constantes orações. De tantos nomes que citou, e gratidão a cada aluno/atleta que pela Coliseu passou, o juiz de Direito, Paulo Fabricio, e sua extrema humildade e educação!

LEIA TAMBÉM:

VENHA PARA A COLISEU TOP TEAM ACADEMIA: ESPERANDO O DIA INTERNACIONAL DA PROMESSA DE IR PARA A ACADEMIA?

PROFESSORES FALAM DA COLISEU TOP TEAM ACADEMIA: Lilian e Felipe comentaram a alegria de estar no time do professor Klécius