ONLINE
9




Partilhe este Site...

val

DFF

d

ACITEL

s

sr

S

S

S

zs

val

s

d

 DRTE 

D

 MDA

S

s

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

s


Justiça Eleitoral alerta sobre revisão biométrica
Justiça Eleitoral alerta sobre revisão biométrica

Média de recadastrados não chega a 50% do eleitorado

FONTE: PMTB

d

2017-07-11  às 09:17:14) O desembargador Luiz Taro Oyama, vice-presidente e corregedor do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) esteve na última sexta-feira (7), no Fórum Eleitoral de Telêmaco Borba, em reunião com os prefeitos Dr. Marcio Matos de Telêmaco Borba e Lauir de Oliveira de Imbaú, para tratar sobre a divulgação da biometria.

Estiveram presentes o juiz eleitoral de Telêmaco, Dr. Paulo Fabrício Camargo, o vice-prefeito de Imbaú, Jocelino Ribeiro e o procurador geral de Telêmaco Borba, Dr. Rubens Benck.

O prazo para os eleitores fazerem a revisão biométrica expira no dia 20 de outubro.

O levantamento feito pelo Cartório Eleitoral demonstra que até o momento dos 50.404 eleitores aptos a fazer a revisão biométrica em Telêmaco Borba, apenas 21.689 o fizeram, o que representa 43,03% do eleitorado. No Imbaú são 8.518 eleitores aptos, e as revisões chegaram a 3.486, 40,92% do eleitorado.

Com praticamente cumprido a metade do tempo dedicado para a revisão biométrica, iniciada no dia 3 de abril, aguardava-se um número maior de participação do público eleitoral dos dois municípios pertencentes a 111ª Zona Eleitoral.

O atendimento no Fórum Eleitoral é de segunda a sexta-feira, das 9 às 18 horas sem interrupção.

Os eleitores devem comparecer na Avenida Nossa Senhora de Fátima, em frente ao nº 353, Centro, munidos com documento oficial com foto (RG, Carteira de Habilitação –CNH ou Carteira de Trabalho), título de eleitor e comprovante de residência (original) emitido nos últimos três meses (conta de água, luz ou telefone); ou optar pelo agendamento eletrônico http://www.tre-pr.jus.br/eleitor/agenda-biometria/agendar-atendimento .

O eleitor que não se cadastrar durante o período estipulado pela Justiça Eleitoral terá seu título cancelado e não poderá votar no pleito vindouro (2018), e consequentemente ficará sem quitação eleitoral, ou seja, não poderá participar de concursos públicos, retirar passaporte, realizar matricula em instituições públicas de ensino, entre outros.

 

LEIA TAMBÉM

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM SÓCIO TORCEDOR DA AVTB E PARTICIPE DAS VITÓRIAS DO VÔLEI DE TELÊMACO