ONLINE
12




Partilhe esta Página

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

D

S

C

S

S

AWEF

X

swd

S 

D


COLETIVA: Retorno às aulas na Rede Municipal
COLETIVA: Retorno às aulas na Rede Municipal

Pauta se deu na manhã de ontem

FONTE: PMTB

2021-07-30 às 08:14:43) A Secretaria Municipal de Educação (SME) realizou na manhã de quinta-feira (29) uma coletiva de imprensa, no auditório Carmen Iolanda Dalécio, para tratar do retorno às aulas na Rede Municipal de Ensino.

O evento, que foi transmitido pela internet, foi conduzido pela secretária municipal de Educação, Rosimeyre Barbosa Siqueira Carneiro, que informou que para retornar às aulas foram levados em conta os dados epidemiológicos e melhora do quadro referente à Covid-19 no município. “Nós criamos um comitê para preparação do retorno às aulas de forma segura. Com a colaboração de todos criamos um protocolo de biossegurança que será levado à risca para manter a segurança de toda comunidade escolar, mas para isso contamos com a colaboração de todos”, declarou, acrescentando que tem fé que melhores dias estão chegando.

A chefe da Divisão de Administração de Ensino, Claudicéia da Silva Rosa, explicou que desde o início da pandemia vem se preparando para que os alunos tivessem o mínimo de impacto possível. “Nós distribuímos todo material para que os professores, alunos e colaboradores tenham a segurança para atender. Sem dúvidas estamos preparados para o retorno”, destacou.

Elma Giane Assueiro Carneiro, que chefia a Divisão de Planejamento Pedagógico de Ensino, afirmou que ainda não tem noção do impacto da pandemia no ensino da Rede Municipal, mas ressaltou que em momento nenhum as crianças pararam de estudar, pois tiveram atendimento à distância. “As crianças foram prejudicadas, pois não puderam mais ir à escola, visitar os seus amigos, ir em parques. E nós daremos a oportunidade de retornarem com toda segurança, seguindo todos os protocolos”, contou, pedindo que os pais entreguem as crianças no portão das escolas, onde serão recebidas, terão sua temperatura aferida e serão conduzidas para as aulas com toda segurança.

A chefe da Seção de Orientação Escolar, Sanda Regina Rocha, comentou sobre o desafio de fazer aulas à distância. “Os professores aprenderam muito e superaram esse desafio. Também parabenizo as famílias que participaram ativamente neste processo, o que é muito importante para as crianças”, destacou. Ela informou também que as aulas serão escalonadas, com os alunos indo uma semana presencialmente e a outra semana ficarão em casa. As aulas serão de 3 horas por dia, das 8 horas às 11 horas, no período matutino e das 13 horas às 16 horas no período da tarde. Em ambos os períodos as professoras terão mais uma hora para orientar os alunos que não retornaram presencialmente.

Já a chefe da Seção de Coordenação da Educação Infantil, Neuci Schereider, explicou o funcionamento da educação infantil e como foi o funcionamento durante o período sem aulas presenciais. Ela contou que 60% dos alunos do Infantil retornarão ao modo presencial. “Além das atividades, nós incentivamos os pais a brincarem com os alunos, pois as atividades lúdicas e brincadeiras são muito importantes para o desenvolvimento”, explicou, acrescentando que as aulas para este público retornam no dia 09 de agosto.

A chefe dos CMEIs, Tatiane de Lima Proença, ressaltou que os trabalhos da SME não pararam devido à pandemia e informou que as aulas só vão retornar porque é seguro, e que não colocariam vidas em risco. “Mesmo as famílias que optarem para que o aluno não volte presencialmente serão assistidas, que serão encaminhadas propostas de vivência. Ela também ressaltou os professores durante este tempo estiveram em formação, e que estão aptos a receber as crianças em segurança”, declarou. Ela também informou que os lactantes e crianças até dois anos não retornarão ao modo presencial por uma questão de segurança, pois não podem usar máscara e dependem de um contato maior. Mas continuarão sendo feitas atividades de fortalecimento de vínculo à distância para garantir a máxima segurança a todos.

A coordenadora do CEMAE, Silvana Lima, explicou que o município conta com 15 salas de recurso e mais duas classes especiais. Que serão dividas salas com no máximo cinco integrantes por grupo. Ela pede que os pais que podem levar o aluno até a instituição de ensino, o façam que evitem o uso de transporte escolar. “Nós vamos organizar de forma escalonada para dar apoio levando em conta as especificidades dos alunos”, explicou.

O chefe do Transporte Escolar, Ronaldo Assaí, informou que os ônibus utilizarão somente 50% da sua capacidade. Ele informou que as comunidades do Triângulo, Vila Rural, Pinheiro Velho, Sete Rincão, Beira Rio e Lagoa, além de alunos da APAE, EJA, Sala de Recursos e classes especiais terão prioridade. “Terão direito a transporte também os alunos que moram a mais de dois quilômetros da instituição de ensino”, comentou, acrescentando que segue regras das secretarias estadual e municipal de Saúde e da Vigilância Sanitária.

Também estiveram presentes na coletiva a chefe da Seção de Alimentação, Kitty Gisele Endo; chefe da Seção de Assistência aos Estudantes, Sandra de Souza Ribeiro Barbosa; chefe da Documentação Escolar, Marisa Ortiz Vicente e a chefe da Seção de Materiais Didáticos, Vanessa Pereira de França Marcoski.

 

NOTA DO EDITOR:

Informo aqui aos leitores e seguidores do Oberekando, e a toda população, que procurei fazer entrevista exclusiva com a secretária, a qual, me foi negada. Uma conversa com ela, seria primeiramente, para que pudéssemos deixar o agradecimento de muitos pais, pelo esforço que tiveram com seus filhos os docentes, se desdobrando de forma online, e para saber também, das inúmeras ações pela SME, feitas.

O Oberekando com isso, não foi antiético, ou buscou por tratamento privilegiado, mas sim, em prol da população e de pais de alunos, quis mais a fundo, adentrar no assunto, de forma a somar, como é comum deste veículo de comunicação, há sete anos. Se o jornalista perder o interesse em buscar uma exclusiva, de certa forma, perde quase que uma das essências da profissão!

Quando alegou a secretária, que seria difícil levar a equipe toda, para um ou outro veículo de imprensa, e por isso optou-se pela coletiva, deu de certa forma, e subliminarmente, resposta ao Oberekando: Faz-se necessário alegar que é justamente para isso que se tem uma secretária, uma líder, que consiga aglutinar, tais informações – e decisões -, que por hora, tiveram o seu crivo.

Como sempre, destaco aqui meu grande respeito à Secretaria Municipal de Educação, e neste momento que se viveu a pandemia de forma mais intensa, o heroísmo até mesmo, de não se ter parado, mas, espero como sempre, a maturidade - dos muitos amigos profissionais deste setor, que sempre me atendeu com prestatividade, - em saber definir o que é deles ofício, e o que procura o bom e ético jornalismo. Com alegria, sempre estarei à disposição da SME... Mas, se forma “futuros formadores de opinião”, contradiz isso, fechar a porta... preferir calar-se!

CLIQUE AQUI E ASSISTA A LIVE DA COLETIVA, VIA FB

--

D