ONLINE
13




Partilhe esta Página

DFF

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

C

S

s

 DRTE 

D

 MDA

S

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

S


DE TB: MARCOS BAHENA LANÇA “O MAGO DO BEM”
DE TB: MARCOS BAHENA LANÇA “O MAGO DO BEM”

Advogado, poeta, escultor e escritor, além de professor universitário da área do Direito, ele falou ao Oberekando

s

2018-06-20 às 17:25:21) O advogado, poeta, escultor e escritor Marcos Bahena, falou com o Oberekando nesta manhã de quarta-feira. Entre os temas, sua nova obra, “O Mago do Bem”.

“Um prazer muito grande a oportunidade de escrever um livro deste. Com o convívio com as pessoas nasce a ideia e a intenção de escrever. A gente faz com amor. Este é um livro holístico, que trata da interação do homem com o universo”, informou ele

O professor universitário, que ocupa a cadeira de número 39 da Academia de Letras dos Campos Gerais, explica que a obra diz muito dele. No entanto, já são mais de 40 as publicações deste, que entre os amigos é carinhosamente chamado de “Dr. Marquinhos Bahena”. No campo jurídico ele também se destaca, até porque é sua área na docência acadêmica. Antecedeu a obra atual, “Mestre Sol, a sabedoria de um mago”: “Que contém muita reflexão, muito conteúdo, e natureza. Ele é holístico com bastante romancismo. Ele é interação mesmo!”.

Uma inovação para os moldes literários de Telêmaco foi “Malícia”, por ser um livro de bolso. Bahena disse que quem escreve tem o prazer de compartilhar aquilo que faz, e que ficaria difícil essa distribuição de exemplares, se, em tamanhos convencionais: “Está na sétima edição já! E graças à Deus eu tenho ele no Japão, nos Estados Unidos, em várias partes do mundo, e do Brasil, inclusive”.

 

MEMÓRIAS DE COMO SURGIU A VEIA ARTÍSTICA

Citando uma frase em Latim cuja tradução é “O dom nasce”, Bahena não tem de si próprio outra lembrança, que não seja com uma caneta ou um lápis na mão.

ENTALHES: Esta é outra veia de Marquinhos. Seus entalhes estão em várias partes do mundo, como por exemplo nos Estados Unidos, Inglaterra, França. Ele lamenta que atualmente o que falta ao “Marcos escultor”, seja tempo, mas o fascínio é contínuo. Respondendo se os telêmacoborbenses começaram a conhecer melhor a habilidade dele às artes, exatamente com as esculturas, em detrimento da escrita, afirmou que era algo paralelo, pois nunca deixou de escrever: “A escrita veio antes dos entalhes... acho que já nasceu comigo!” Uma de suas lembranças é que decorava e repetia várias vezes seus primeiros poemas, para não esquecer-se.

 

DAS OBRAS

s

“A vida num pensamento” foi o primeiro livro publicado, e ali reunidos seus primeiros poemas, e até o que já havia escrito na infância: “Me trouxe muita alegria! Com o resultado daquele primeiro livro, eu publiquei outros”, comentando da sequência literária de poesias e poemas. Na seara jurídica destacam-se os Dicionários Jurídicos, também as áreas Criminal, Direito de Família, bem como no campo de Contrato.

 

TELÊMACO BORBA

Além do nome de sua cadeira na Academia chamar-se Telêmaco Borba, seu bairrismo se aflora também ao confessar que já havia começado a escrever algo sobre a cidade, e deu-nos inclusive uma “colher de chá” conforme pode ser visto no vídeo abaixo (ENTREVISTA NA ÍNTEGRA). A atual obra, “O Mago do Bem”, é uma reverência à esta cidade: “Minha! Que eu faço à Telêmaco Borba, para a natureza!”.

 

COMERCIALIZAÇÃO DA OBRA

O autor informou ao Oberekando que o novo livro ainda não é encontrado no mercado, mas que já está se vendo onde ele estará à disposição. Neste sentido já se iniciou um contato com redes de livrarias de Curitiba e Ponta Grossa, para a comercialização desta obra.

Na solicitada mensagem final, foi marcante o recado de nosso ilustre telêmacoborbense: “Temos que ocupar nosso espaço e escrever nossa própria história”.

d

Com alegria o Oberekando recebeu um exemplar, autografado, de: O Mago do Bem"!

 

Leia Também:

ROTARY DE TB RECEBE GOVERNADOR E HOMENAGEIA BAHENA: Nestor Pechnicki anfitrionou governadoria, e concede homenagem ao advogado Marcos.