ONLINE
19




Partilhe esta Página

ACITEL

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

C

S

s

d

 DRTE 

D

 MDA

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

S


CÂMARA DE IMBÁU: Pé inchado e a sua caminhada
CÂMARA DE IMBÁU: Pé inchado e a sua caminhada

Ele também desvenda o apelido e cita a excelente relação com Lauzinho

 xx

2017-06-16 às 12:34:25) Manoel Eurides Gonçalves (Pé Inchado), em seus seis mandatos como vereador, iniciou sua caminhada na Charqueada de Baixo, de onde é natural, em 1996. Hoje mais uma vez ele preside a Câmara Municipal de Imbaú e presa muito pelo bom relacionamento com o prefeito municipal, Lauir de Oliveira, além de ter no vice, Jocelino Couto, um grande amigo.

Da ligação com o prefeito, lembrou que iniciaram juntos na política e o vê como um irmão.

Pé Inchado disse que gostaria de ter ajeitado muita coisa dentro da Câmara, mas lamentou que isso não tenha sido possível ainda, pois afirmou ter herdado uma dívida muito grande, porém, par e passo esta as honrando, pois a medida que a Câmara não anda bem, traz consequências à prefeitura e vice-versa, “e estou pagando tudo e não deixando nada.”

Ele lembrou da época dos seis mil habitantes de Cirol, e hoje indo pra casa dos 13 mil. “E Imbaú vem crescendo gradativamente, e isso, evidentemente, com grande esforço. Município pequeno é difícil para se administrar, mas quando a gente pega as coisas com carinho e responsabilidade, as coisas acontecem”.

 

DÍVIDAS E TRANSPARÊNCIA

Ele falou que quer encerrar sua presidência que terá dois anos, valorizando cada centavo que cai nos cofres públicos. “Num repasse por parte do Executivo para a Câmara, em torno de 115 mil reais, daria para construir um prédio novo para a Câmara, daria pra gente fazer uma administração belíssima, e no final do ano devolver sobras ao prefeito para que ele pudesse investir em outros departamentos”. No entanto ele diz que isso seria possível, uma devolução de até 300 mil reais, se não tivesse herdado as dívidas, “mas ainda não descarto essa possibilidade, pois estou trabalhando com fé em Deus e serenidade”.

O presidente, observando o cenário político do país, acrescentou: “Devemos se espelhar nisso, mas para fazer o inverso, porque o povo apostou em nós.  O salário de um vereador é de 5.500,00. Pra que que o vereador tem que entrar no Legislativo, tendo o seu salário que o povo já deu a ele, e tem que roubar? Isso pra mim é uma vergonha absoluta e pra mim nunca vai existir! É o compromisso que eu quero ter com meu povo imbauense!”.

 

E O APELIDO!!

Enfim, desvendado o porquê do apelido. Manoel explicou que em uma festa onde estava com amigos de Telêmaco, aconteceu de ele ter tomado um pouco a mais, e quando um deles o chamou de Pé Inchado, nunca mais deixaram de usar a expressão. Foi com o apelido que ele venceu a primeira eleição e ai o adotou. Ele rememorou que “foi amigo Alcino Mendes” quem o aconselhou a registrar esse apelido. Na hora da escrutínio dos votos, uma moça pegou lá um deles, leu, e achou que fosse gozação. Como eles ficavam ao lado de uma corda que separava candidatos e fiscais das mesas apuradoras e com cédulas ainda em papel, ele falou: “Pé inchado sou eu!”.

 

CONQUISTAS

S

Diversas viagens têm sido feitas com o prefeito Lauzinho em busca de recursos, e muitos pedidos aos deputados, informou ele, e também a pavimentação em parceria com a Klabin. Da Charqueada de Baixo, a iluminação pública que dá acesso do centro deste local ao bairro dos Antunes, o término no calçamento, e a construção de uma creche que é desejo do vereador e do prefeito Lauzinho, que seja ao lado da escola já existente. Uma atitude louvável foi a citação do vereador Davi, por parte do entrevistado: “Estamos de mãos dadas porque somos nós dois da Charqueada!”, além, claro, de agradecer a todos os demais pares da casa, que são parceiros.

O privilégio de estar num grande entroncamento com uma das principais rodovias do país, traz a Imbaú, também, a necessidade de obras como um viaduto que a concessionária de pedágio está fazendo. O presidente aproveitou a oportunidade para pedir desculpas à população pelos transtornos causados, mas que trará muita melhoria na trafegabilidade de condutores e pedestres.

 

LEIA TAMBÉM:

LAUZINHO AVALIA OS DOIS MESES EM IMBAÚ