ONLINE
7




Partilhe esta Página

d

DFF

d

ACITEL

s

sr

a

A

S

D

C

S

s  

D

 

MDA

s

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS

S


BNH fortalece associação com voluntariado

Presidente Pablo e professor de Informática, Alessandro, falaram ao Oberekando

 

2017-11-21 às 10:40:44) Na tarde de ontem o site Oberekando acompanhou a entrega de certificados para mais dez alunos do curso de Informática, que foi ministrado pelo professor Alessandro Lima Santiago (46), sendo esse um trabalho voluntário deste profissional, junto à Associação de Moradores do BNH. Em seguida, um diálogo com ele e com o presidente da Associação, Pablo Ricardo Almeida (34), deu-nos conhecimento das diversas ações, gratuitas, que estão sendo disponibilizadas aos moradores desse importante logradouro, de Telêmaco Borba.

“Quando assumimos aqui, assumimos com o intuito de inclusão social, não pensando em bens materiais e em prédios, mas uma outra linha. O que foi feito foi feito e temos que pensar a partir de nossa administração”, explicou Pablo, que assumiu em agosto de 2016.

 

OFERTAS E AUXÍLIO QUE POSSA VIR DE EMPRESÁRIOS E PREFEITURA

Hoje o bairro disponibiliza, além de curso de Informática, pelo voluntariado e gratuidade de Alessandro, também escolinha de Futsal para alunos carentes e aulas de ginástica para senhoras, pela manhã. Durante essa semana o líder comunitário recolheu assinaturas para tentar melhorar o policiamento no bairro: “Nosso intuito aqui é aumentar a turma. Hoje na Informática 12 crianças. Já tiveram turmas que já se formaram, e nosso intuito é aumentar de 12 para 20”, acrescentando também que são dados na sede da associação vários temas de palestras, especialmente na época em que o CCA (Centro de Convivência do Adolescente) funcionava no Campus da UEPG, pelo apoio de Luciandréia Camargo, que agora foi para o Bandeirantes, com temas Maternidade na adolescência, Drogas, Sexualidade, Profissões, “e sempre com objetivo de tirar a criança da rua e ocupar a cabeça dela”.

 

ALESSANDRO E A ESCOLA DE INFORMÁTICA

Um convênio com a Associação de Aposentados e Pensionistas de Telêmaco, a Aposte, traz o professor Alessandro a aplicar o curso de Informática já há quase nove anos. Antecedeu a isso, cerca de 15 anos no Sindicato do Papel, além de outros locais. A ideia, após um diálogo com Pablo, era tirar a criança da rua, ou evitar que elas a esta, fossem. A intenção do professor é que as demais associação também tenham esse interesse: “Como eu sempre falo, de que uma andorinha só não faz verão, mas se a gente tiver o apoio da população e dos outros centros (associações), no que a gente puder ajudar nós estaremos ali para não deixar a peteca cair”.

Os cursos, que tem vagas abertas e são ministrados por ele na Aposte, aparte do trabalho social e voluntário, tem inscrições que cabem no bolso de todos. Ele convida a crianças mas também aos pais e avós o fazerem: “Só assim você vai poder fiscalizar o seu filho ou seu netinho”, ressaltando dos perigos, mas respectivamente, dos cuidados com a virtualidade.

 

PATROCÍNIO, MAS JAMAIS DINHEIRO: O presidente deu ênfase que qualquer forma de apoio será benvinda ao projeto, seja de empresas ou da própria prefeitura, para que as crianças possam receber um lanche, ou mesmo tenham uniformes - tanto de treino quanto para jogo -para o Futsal. Outra preocupação do professor, especialmente para os dias de chuva, é o transporte dos alunos, alguns carentes, para por exemplo a Aposte, quando vão ao curso de Informática, lembrando e os elogiando por não gostarem eles, de faltar.

É intenção que se iniciem aulas de Jiu-jitsu e o Futsal acontece na Escola Péricles, tendo Pablo, inclusive, agradecido à diretora Adeli Pallu, bem como deixou registrada a gratidão também ao presidente da Aposte, Itagibe Stockler. O elogio e agradecimento à Itagibe partiu também de Alessandro. Ter notas e comportamentos bons é um critério para estar incluído nos programas sociais da associação. Pablo também tem a expectativa de ofertar ainda o sopão para as crianças e o Natal Solidário.

A entrevista foi encerrada com o presidente colocando o espaço da associação aberto à professores que queiram fazer algum trabalho voluntário com os moradores, e também com depoimentos das mães, Josemara de Souza e Naldicéia de Lima Marins, de João Victor e Luana Vitória, respectivamente: Ambas mostraram muita gratidão ao professor e também ao presidente da associação, por proporcionarem esse curso (de Informática) aos seus filhos.

Os agradecimentos ao vereador Ewerton Fernando Soares, Toto, foram expressos por ambos, pela atenção que este vem dando ao trabalho executado.